Diretor de Comunicação de Trump pede demissão após três meses

Diretor de Comunicação de Trump pede demissão após três meses

GERAL -   


Um dos principais assessores do governo americano está deixando o cargo. É mais uma baixa na equipe de Donald Trump em quatro meses de mandato.

Um presidente que fala o que vem à cabeça precisa de diretor de comunicação? Michael Dubke alegou motivos pessoais para pedir demissão do cargo depois de três meses. Trump culpa a equipe de comunicação pelos problemas do governo, cada vez mais atolado nas investigações sobre a interferência da Rússia nas eleições.

Fiel ao estilo, Trump usou uma rede social para criticar um aliado: “Temos um déficit comercial gigante com a Alemanha . Além disso, eles pagam muito menos do que deveriam para a Otan e para as Forças Armadas. Muito ruim para os Estados Unidos. Isso vai mudar”.

A mensagem de Trump é um sinal de que, em vez de fortalecer, a viagem da semana passada estremeceu a relação com a Europa. Sem o compromisso do governo americano de defender o continente e de combater o aquecimento do planeta, os aliados do outro lado do Atlântico deixaram claro que a parceria com os Estados Unidos não é mais a mesma.

O primeiro-ministro da Itália disse que concorda com a colega alemã Angela Merkel , que disse que a Europa não pode mais depender dos americanos e tem de controlar o próprio futuro.

Olhando para a Ásia, Merkel discutiu nesta terça-feira (30) um acordo comercial com a Índia e criticou o protecionismo defendido por Trump.

O porta-voz da Casa Branca tentou botar panos quentes, mas gerou mais ruído. Disse que Trump e Merkel se dão muito bem e que o que ela quis dizer foi que a Europa vai trabalhar amistosamente com os Estados Unidos, Reino Unido e com a Rússia. “Isso é ótimo. É o que Trump quer”.