Criança síria morre atingida por disparos de guardas turcos

Criança síria morre atingida por disparos de guardas turcos

GERAL -   

Cairo, 24 ago (EFE).- Uma criança morreu nesta quinta-feira por disparos da guarda fronteiriça turca quando tentava cruzar para o país vizinho, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG acrescentou que a criança, que não teve a idade divulgada, estava tentando cruzar pela passagem fronteiriça desde a província setentrional síria de Idlib quando foi atingida por disparos.

Na terça-feira, dezenas de pessoas se manifestaram no norte da província citada contra as forças turcas para que deixe de ter como alvo os civis que tentam cruzar a fronteira.

A morte de civis sírios por disparos ou torturas dos guardas fronteiriços da Turquia são habituais.

De acordo com a contagem do Observatório, pelo menos 292 sírios, entre eles 55 menores e 29 mulheres, perderam a vida desde o início do conflito na Síria, em março de 2011, pelos abusos ou o disparos das forças turcas quando tentavam cruzar para o país vizinho.