Sanções dos EUA são "pior agressão" à Venezuela em 200 anos, diz chanceler

Sanções dos EUA são "pior agressão" à Venezuela em 200 anos, diz chanceler

GERAL -   

Nações Unidas, 25 ago (EFE).- O chanceler da Venezuela, Jorge Arreaza, afirmou nesta sexta-feira, na sede da ONU, que as sanções financeiras anunciadas pelos Estados Unidos são a "pior agressão" a seu país "nos últimos 200 anos".

"Talvez os Estados Unidos estejam tentando promover uma crise humanitária no nosso país. O que querem? Querem matar os venezuelanos de fome?", questionou Arreaza em entrevista coletiva.

O chanceler venezuelano declarou que a ONU não pode se manter "de braços cruzados" diante das ações americanas e ressaltou que seu governo defenderá os seus cidadãos do país "por todos os meios".