Governo da Guatemala acata decisão judicial de não expulsar chefe da Cicig

Governo da Guatemala acata decisão judicial de não expulsar chefe da Cicig

GERAL -   

Cidade da Guatemala, 29 ago (EFE).- O governo da Guatemala informou que respeitará a decisão da Corte de Constitucionalidade, que suspendeu definitivamente nesta terça-feira a expulsão do chefe da Comissão Internacional Contra a Impunidade no país (Cicig), Iván Velásquez.

O titular da Secretaria de Comunicação Social da Presidência, Alfredo Brito, disse à Agência Efe que serão "respeitadas as decisões judiciais" e acrescentou que o presidente guatemalteco, Jimmy Morales, "deverá acatá-las".

Morales declarou Velásquez no último domingo como 'persona non grata' e ordenou sua expulsão imediata do país, mas uma decisão provisória da Justiça do país havia suspendido o decreto até hoje. EFE

pp/id

(foto)