Síria: 64 combatentes do regime e do EI mortos em 24 horas de confrontos

Síria: 64 combatentes do regime e do EI mortos em 24 horas de confrontos

GERAL -   

Beirute, 30 Ago 2017 (AFP) - Ao menos 64 combatentes do regime e do grupo extremista Estado Islâmico (EI) morreram em 24 horas de confrontos na província síria de Raqa, informou a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

O exército sírio tenta avançar na província de Raqa (norte) para chegar à província de Deir Ezor (leste), a última sob controle do EI na Síria.

Os combates iniciados na manhã de terça-feira deixaram 38 mortos entre os extremistas e 26 entre as tropas do regime, segundo o OSDH, que tem uma ampla rede de fontes na Síria.

Isto eleva a 145 o balanço de mortos nos dois lados em seis dias de combates em localidades às margens do rio Eufrates, ao leste da província de Raqa.

A ofensiva das forças do regime de Bashar al-Assad na província de Raqa, apoiadas pela aviação russa, acontece à margem da operação iniciada em junho pelas Forças Democráticas Sírias (FDS) - uma aliança árabe-curda respaldada pelos Estados Unidos - para retomar do EI o controle da cidade de Raqa.

As FDS afirmam que expulsaram o grupo extremista de 60% da cidade que que o EI controla desde 2014.