Pentágono reconhece erro de cálculo em tropas enviadas ao Texas após Harvey

Pentágono reconhece erro de cálculo em tropas enviadas ao Texas após Harvey

GERAL -   

Washington, 1 set (EFE).- O Departamento de Defesa dos Estados Unidos reconheceu nesta sexta-feira que cometeu um erro de cálculo ao informar ontem sobre o envio de 6,3 mil militares a Houston, no Texas, para ajudar nos trabalhos de resgate após o resgate do furacão Harvey, quando, na realidade foram apenas 1.638 soldados.

Fontes do Pentágono consultadas pela Agência Efe esclareceram que a confusão ocorreu devido à presença tanto de militares como de membros da Guarda Nacional (uma força reservista) na região afetada pela tempestade tropical Harvey, que já deixou 46 mortos.

Devido a um erro de cálculo, o Comando do Norte informou ontem sobre o envio de 6,3 mil militares, quando o total de soldados deslocados ao Texas foi aproximadamente quatro vezes menor.

"Em uma ação de resposta rápida como essa, algumas pessoas acabaram sendo duplamente contabilizadas", reconheceu hoje o tenente-coronel Jamie Davis, porta-voz do Pentágono, à "CNN".

A presença das Forças Armadas dos EUA tem sido imprescindível tanto para as tarefas de resgate como para garantir a segurança em uma cidade que sofreu muitos saques nos últimos dias, o que levou o prefeito de Houston, Sylvester Turner, a impor toque de recolher.

No total, 13 mil militares, entre membros da ativa e da reserva, fazem parte da operação no Texas.

Após vários dias com a cidade inundada por causa das chuvas provocadas pelo Harvey, as autoridades de Houston estão apenas começando os trabalhos de recuperação das regiões afetadas. Muitas delas ainda permanecem completamente alagadas.