Naufrágio na RDC causa a morte de 22 pessoas

Naufrágio na RDC causa a morte de 22 pessoas

GERAL -   

Kinshasa, 21 set (EFE).- Vinte e duas pessoas morreram em um naufrágio no lago Eduardo, no nordeste da República Democrática do Congo (RDC), enquanto fugiam de um ataque de rebeldes da milícia Mai Mai, confirmaram nesta quinta-feira as autoridades locais.

O acidente aconteceu ontem à noite quando o barco, no qual viajavam 24 pessoas da aldeia de pescadores de Kiyavinyonge, virou neste lago, situado entre RDC - na província de Kivu do Norte - e Uganda.

Somente duas pessoas conseguiram se salvar, segundo os serviços de emergência da região, que já resgataram todos os corpos.

"Vamos organizar os funerais e as Forças Armadas continuarão procurando os rebeldes", disse à Agencia Efe o governador de Kivu do Norte, Julien Paluku.

Os rebeldes Mai Mai, procedentes de uma região próxima, pretendem desalojar os rebeldes hutus das Forças Democráticas para a Liberdade de Ruanda (FDLR), que há anos controlam a área.

Os naufrágios são frequentes na RDC, onde as autoridades trabalham para regular o setor, no qual embarcações improvisadas que transportam passageiros sem oferecer garantias de segurança são abundantes.