Trump se compromete a ajudar Porto Rico e Ilhas Virgens após furacão Maria

Trump se compromete a ajudar Porto Rico e Ilhas Virgens após furacão Maria

GERAL -   

Washington, 22 set (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, conversou por telefone nesta quinta-feira com o governador de Porto Rico, Ricardo Rosselló, e o governador das Ilhas Virgens Americanas, Kenneth Mapp, para se informar sobre destruição causada pelo furacão Maria e se comprometeu a continuar enviando ajuda federal.

A Casa Branca informou nesta sexta-feira em um comunicado a conversa entre Trump e os líderes de dois dos territórios americanos mais afetados pelo furacão.

Durante o telefonema, segundo a Casa Branca, Trump expressou gratidão a Rosselló e Mapp pela "liderança" ao prepararem os residentes de Porto Rico e das Ilhas Virgens Americanas para os "destruidores" efeitos de Maria, que deixou mais de dez mortos.

"O presidente também recebeu uma avaliação dos danos causados pelo furacão Maria e prometeu continuar enviando ajuda do seu governo para o povo de Porto Rico e para as Ilhas Virgens dos EUA", indicou a Casa Branca em um breve comunicado.

Trump já aprovou nesta quinta-feira a declaração de "desastre" para Porto Rico, o que permitirá o envio de ajuda federal para complementar os esforços locais de recuperação nas áreas afetadas pelo furacão.

Maria tocou terra na manhã de quarta-feira no sudeste de Porto Rico como furacão de categoria 4 e ventos de 250 quilômetros por hora, e atravessou durante horas toda a ilha em direção ao noroeste.

O furacão deixou sem eletricidade quase todos os 3,5 milhões de habitantes de Porto Rico e provocou o transbordamento de vários rios.