Rei saudita cria comitê anticorrupção e demite ministros e militares

Rei saudita cria comitê anticorrupção e demite ministros e militares

GERAL -   

  • Toru Yamanaka

    O rei da Arábia Saudita, Salman Bin Abdulaziz

    O rei da Arábia Saudita, Salman Bin Abdulaziz

O rei da Arábia Saudita, Salman bin Abdul Aziz, anunciou neste sábado (4) a criação de um comitê anticorrupção no país, órgão que será comandado por seu filho, o príncipe herdeiro Mohammed, e realizou várias mudanças no governo e na cúpula militar.

O comitê investigará casos de corrupção e terá a capacidade de decretar a prisão dos envolvidos. Outras medidas que podem ser tomadas pelo órgão são a proibição de viagens ao exterior e congelamento de bens dos investigados, informou a agência "SPA".

Entre as mudanças realizadas no governo, o rei Salman demitiu o responsável pela Guarda Nacional, o comandante da Marinha e o ministro de Economia. O motivo das demissões não foi esclarecido.

O príncipe Mobeib bin Adulah, até então no comando da Guarda Nacional, será substituído pelo também príncipe Khaled bin Ayaf.

O ministro de Economia e Planejamento, Adel al Faqieh, deixa o cargo para a entrada de Mohammed al Tuwaiyri.

Já a Marinha, comandada até então pelo almirante Abdulah bin Sultan bin Mohammed al Sultan, passa a ser liderada pelo vice-almirante Fahd bin Abdulah ao Gifaili.