Com gritos de torcida e confetes, grupo se reúne para assistir a atrasados do Enem em SP

Com gritos de torcida e confetes, grupo se reúne para assistir a atrasados do Enem em SP

GERAL -   


Cerca de 200 pessoas se reuniram entre a manhã e a tarde deste domingo (5) em frente à Uninove, na Barra Funda, zona oeste de São Paulo, maior local de prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) na capital paulista, para dar risada de candidatos que poderiam chegar atrasados. No fim, apenas um homem chegou ao local depois do fechamento dos portões, dando risada e sendo abraçado por integrantes de um programa humorístico de televisão.

Leia também:

  • Redação do Enem é sobre formação educacional de surdos
  • Confira o gabarito extraoficial e a correção online da prova

Com gargalhadas, fotos, vídeos, cerveja, chimarrão, contagem regressiva e até confete de Carnaval, as pessoas que foram até a frente da Uninove entoavam cantos dignos de estádio de futebol, como "Ei, porteiro, fecha o portão", "Vai dar merda" e "Se f...". Ao UOL , um homem que gravava o momento disse ter esperado a data "mais que o Carnaval".

Outro homem, com um refrigerador de cerveja, em que está estampada a frase "Eu sou um babaca, há, há", imprimiu em algumas folhas o que ele identificou como "certificado de babaca" e passou a procurar, depois de 20 minutos do portão ser fechado, candidatos que não conseguiram entrar.

Um grupo identificado como Quero Bolsa prestou auxílio aos candidatos, fazendo um corredor humano, para os que chegaram na última hora. Integrantes do grupo gritavam palavras de apoio, como "Vai dar tempo" e "Boa sorte, vai dar certo". Uma integrante do Quero Bolsa se referiu ao grupo que foi ao local para assistir como "idiotas" e "imbecis".

Logo após o portão ter sido fechado, a maior parte do público dispersou. Alguns permaneceram em bares da região. Os dois portões da Uninove foram abertos pontualmente às 12h (no horário de Brasília). Quarenta e cinco minutos depois, um portão foi fechado. O segundo foi baixado pontualmente às 13h. 

Nas redes sociais, houve disputa entre os que acham engraçado assistir a candidatos se atrasando e quem não vê graça. A hashtag #showdosatrasados virou "trending topics" do Twitter. Entre os internautas, muitos diziam que a melhor coisa do Enem é ver o candidato atrasado.

Neste domingo, os mais de 6,7 milhões de inscritos tinham pela frente a redação e outras 90 questões de linguagens e ciências humanas. No próximo domingo (12), será a vez de 45 perguntas de ciências da natureza e outras 45 de matemática.

Mais da metade dos alunos (57,7%) já utiliza a nota do (Enem) para ingressar no ensino superior público do país. A prova passou a ser adotada como vestibular em 2009 e, ano a ano, conquista mais adesão entre faculdades públicas e privadas. Na rede pública, o uso é mais disseminado nas 63 universidades federais --todas usam o exame como processo seletivo ou parte dele.

Veja Álbum de fotos