Explosão em estação de NY foi tentativa de ataque terrorista

Explosão em estação de NY foi tentativa de ataque terrorista

GERAL -   

NOVA YORK E SÃO PAULO, 11 DEZ (ANSA) - As autoridades de Nova York confirmaram que a explosão ocorrida hoje (11) na estação rodoviária de Port Authority foi uma "tentativa de atentado terrorista", cometida por um homem de 27 anos que carregava uma bomba em seu corpo. O principal suspeito, identificado como Akayed Ullah, está sob custódia e foi enviado a um hospital devido aos ferimentos. "Foi uma tentativa de atentado terrorista", disse o prefeito Bill de Blasio, ressaltando que, "felizmente, o ato falhou". O prefeito amenizou dizendo que a cidade de Nova York é "alvo" de terroristas por ser referência na promoção da liberdade e da democracia, mas garantiu que "o terrorismo não vai vencer".   

O chefe da polícia de Nova York, James O'Neill, confirmou que o principal suspeito da explosão é Akayed Ullah, de 27 anos. Ele teria acoplado um "explosivo improvisado de baixa tecnologia" ao corpo, mas a bomba detonou antes da hora prevista, frustrando o ataque. "Aqui é Nova York e a realidade é que somos um alvo", disse o governador do estado de Nova York, Andrew Cuomo. "Somos um alvo internacional. Devemos seguir adiante, todos juntos", completou, pontuando que qualquer pessoa navega na internet pode aprender a como fabricar bombas e realizar ataques hoje em dia. As autoridades de Nova York descartatam novas ameaças na cidade, mas informaram que a segurança será reforçada hoje. Além disso, as linhas de metrô e de ônibus que estavam com os serviços interrompidos devido ao atentado irão voltar a operar normalmente. Até o momento, o Corpo de Bombeiros confirmou que quatro pessoas ficaram feridas no ataque. Uma delas é o próprio autor da explosão, que foi encaminhado a um hospital. Nenhum deles corre risco de vida.   

Ataque - A polícia foi acionada por volta das 7h20 locais de hoje, após uma explosão ser ouvida na passarela subterrânea que liga duas linhas de metrô à Rua 42, próximo da Times Square, um dos maiores pontos turísticos de Nova York. Mas a polícia acredita que a bomba tenha explodido acidentalmente e que o objetivo do agressor fosse detoná-la em outra área da estação. A imprensa norte-americana publicou que Akayed Ullah vive no bairro do Brooklyn, mas é originário de Bangladesh. Ele seria residente dos Estados Unidos há sete anos. As informações ainda não foram confirmadas oficialmente. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi informado da explosão, de acordo com a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders.   

O terminal rodoviário de Port Authority fica bem no centro de Manhattan, perto da loja do famoso confeiteiro Buddy Valastro, a Carlos Bakery, da sede do jornal "The News York Times" e da Times Square.   

O Port Authority Bus Terminal é o maior terminal rodoviário do mundo. Ele entrou em funcionamento em 15 de dezembro de 1950.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br .