Chef Mario Batali é acusado de assédio sexual por 4 mulheres

Chef Mario Batali é acusado de assédio sexual por 4 mulheres

GERAL -   

WASHINGTON, 11 DEZ (ANSA) - O célebre chef norte-americano Mario Batali, de 57 anos, foi acusado de assédio sexual por quatro mulheres.   

As supostas vítimas - três delas ex-funcionárias do cozinheiro - relataram ao site "Eater New York" que os abusos duraram pelo menos duas décadas. Uma delas conta que Batali a agarrava por atrás e a pressionava contra seu corpo, enquanto outra diz que o chef chegou a apalpar seus seios quando estava bêbado em uma festa.   

Batali é um dos chefs mais famosos dos Estados Unidos e apresentava um programa culinário na emissora "ABC" desde 2011, mas acabou afastado da atração após as denúncias de assédio sexual. Ao lado de Joe Bastianich, é proprietário do "B&B Hospitality Group", sócio do complexo gastronômico Eataly em São Paulo e de mais de 20 restaurantes.   

Após o escândalo, o chef foi afastado de suas atividades na empresa e divulgou um comunicado pedindo desculpas. "Assumo toda a responsabilidade e sinto muito por qualquer dor, humilhação ou desconforto que eu tenha causado", disse. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br .