EUA acusam Maduro de consolidar o poder em 'ditadura autoritária'

EUA acusam Maduro de consolidar o poder em 'ditadura autoritária'

GERAL -   

Washington, 11 dez 2017 (AFP) - Os Estados Unidos acusaram, nesta segunda-feira (11), o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, de consolidar o poder em sua "ditadura autoritária" ao ameaçar proibir os partidos de oposição nas eleições do próximo ano.

"A tentativa de Maduro de proibir os partidos de oposição nas eleições presidenciais é mais uma medida extrema para fechar o espaço democrático na Venezuela e consolidar o poder em sua ditadura autoritária", declarou a porta-voz do Departamento de Estado, Heather Nauert, no Twitter.