ELN declara 'cessar-fogo' durante eleições na Colômbia

ELN declara 'cessar-fogo' durante eleições na Colômbia

GERAL -   

BOGOTÁ, 14 MAI (ANSA) - O Exército de Libertação Nacional (ELN) anunciou nesta segunda-feira (14) que interromperá suas atividades militares temporariamente na Colômbia.   

O período em questão acontecerá na próxima semana e terá fim após as eleições presidenciais no país, que ocorrem no domingo (27). De acordo com o grupo, o cessar-fogo começará a partir de 0h de sexta-feira (25) e será encerrado no mesmo horário, na terça (29).   

No entanto, o ELN pediu uma "conduta similar" por parte do governo colombiano, que até então não se pronunciou. Após a dissolução das Farc, rebatizadas como "Força Alternativa Revolucionária Comum", o ELN tornou-se o maior grupo guerrilheiro do país, contabilizando aproximadamente 1,5 mil combatentes.   

O governo de Juan Manuel Santos retomou na última quinta-feira (10) o quinto ciclo de diálogos de paz com a milícia em Cuba, cujo principal objetivo era uma trégua militar ampla que reativasse as esperanças e a credibilidade na negociação, afetada pelo confronto armado.   

O local escolhido anteriormente era o Equador, mas o país retirou-se do processo após a morte de três membros da equipe do jornal "El Comercio", provocadas por uma dissidência das Farc.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br .