Centenas de pessoas homenageiam bebê britânico Alfie Evans em funeral

Centenas de pessoas homenageiam bebê britânico Alfie Evans em funeral

GERAL -   

Londres, 14 mai (EFE).- Centenas de pessoas se reuniram nesta segunda-feira em Liverpool, na Inglaterra, para prestar homenagem ao bebê britânico Alfie Evans, que sofria de uma doença degenerativa irreversível e morreu em 28 de abril após o desligamento dos aparelhos que o mantinham vivo.

O público aplaudiu a passagem do cortejo fúnebre nas ruas adjacentes ao estádio Goodison Park, do Everton, antes que a família do bebê, que morreu com 23 meses, realizasse um funeral privado.

Os presentes deixaram flores sobre os dois veículos pretos do cortejo, que levavam mensagens como "guerreiro" e "o nosso herói".

O bebê, que estava internado no hospital Alder Hey de Liverpool, teve os aparelhos desligados após uma longa batalha judicial na qual os pais tentaram evitar o término do tratamento que o mantinha com vida.

Os médicos e os juízes determinaram que a criança tinha sofrido danos irreparáveis no tecido cerebral e optaram pelo desligamento. Os magistrados também negaram aos pais a permissão para transferir o seu filho à Itália, onde um hospital pediátrico tinha se oferecido para continuar oferecendo suporte vital ao bebê.