Mulher sobe na base da Estátua da Liberdade e obriga a fechá-la ao turismo

Mulher sobe na base da Estátua da Liberdade e obriga a fechá-la ao turismo

GERAL -   

Nova York, 5 Jul 2018 (AFP) - A Estátua da Liberdade esteve fechada nesta quarta-feira (4), Dia da Independência americana, porque uma mulher subiu na base da construção e se negou a descer, apesar de um longo diálogo com a polícia.

A polícia de Nova York disse que recebeu ajuda da polícia de parques dos Estados Unidos para retirar a mulher do monumento.

Meios de comunicação locais informaram que a mulher pertencia a um grupo de manifestantes contra a política de Trump contra os imigrantes em situação ilegal.

Mas o Rise and Resist NYC, que organizou o protesto, assegurou que a mulher não é afiliada ao grupo.

Ao menos sete pessoas foram presas antes por colar um cartaz ao redor da base da estátua no qual se lia "Abolir o ICE", em referência ao Serviço de Imigração e Alfândegas dos Estados Unidos, a agência à frente do debate sobre imigração.

O presidente Donald Trump converteu a luta contra a imigração ilegal na pedra angular da política de sua administração, e sua já abandonada prática de "tolerância zero" de separar as crianças de seus pais quando tentam entrar ilegalmente no país pela fronteira do México, o que desatou uma condenação internacional.