Ações da FCA despencam após morte de Marchionne

Ações da FCA despencam após morte de Marchionne

GERAL -   

MILÃO, 25 JUL (ANSA) - As ações da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) na Bolsa de Valores de Milão despencaram 15,5% no pregão desta quarta-feira (25), após a morte do ex-CEO do grupo Sergio Marchionne e a divulgação dos resultados do segundo trimestre.   

Ao final da sessão, os papéis da FCA eram cotados em 13,99 euros, menor valor desde outubro de 2017. As ações da holding Exor, que controla o grupo automotivo, também sofreram queda (-3,49%), assim como as da Ferrari (-2,19%) e da CNH Industrial (-0,27%).   

As negociações dos títulos da FCA em Milão chegaram a ser interrompidas após a queda atingir 10%, mas a desvalorização se acentuou com a retomada das operações. O lucro líquido da empresa no segundo trimestre de 2018 teve uma redução de 35%, em 754 milhões de euros. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br .