Militar de 21 anos morre dentro de quartel do Exército em SP com tiro na cabeça

Militar de 21 anos morre dentro de quartel do Exército em SP com tiro na cabeça

GERAL -   

  • Divulgação

    CPOR (Centro de Preparação de Oficiais da Reserva), do Exército, na zona norte de SP

    CPOR (Centro de Preparação de Oficiais da Reserva), do Exército, na zona norte de SP

Um cabo do Exército brasileiro, de 21 anos, foi encontrado morto com um tiro na cabeça, na tarde desta terça-feira (24), dentro de um quartel localizado em Santana, bairro da zona norte da capital. Investigações internas vão apurar o que provocou a morte.

Segundo o CMSE (Comando Militar do Sudeste), por volta das 13h houve um disparo de arma de fogo dentro do alojamento dos militares de serviço de guarda do CPOR (Centro de Preparação de Oficiais da Reserva). Nesse quartel, universitários servem o Exército em paralelo à faculdade.

O comando militar afirmou que dentro do alojamento estava o cabo Antônio Domingos Bezerra Neto, no chão, ferido com um tiro na cabeça. Ainda de acordo com o comando, Bezerra Neto foi imediatamente socorrido pela equipe médica do quartel, contando com apoio de equipes de resgate do Corpo de Bombeiros e com auxílio da PM (Polícia Militar).

O jovem começou a servir à tropa em 1º de março de 2016. De lá para cá, foi soldado-recruta, soldado e cabo do Exército.

Segundo a PM, houve um chamado, às 13h50 de ontem, para a ocorrência. Devido a gravidade dos ferimentos, o cabo foi transportado de helicóptero, no Águia 4, do quartel até o hospital do Mandaqui, também na zona norte, onde morreu.

Em nota, o CMSE informou que o comandante do CPOR instaurou um IPM (Inquérito Policial Militar) para apuração do fato e suas circunstâncias.