Estudo indica 'declínio maciço' da maior colônia de pinguim-rei do mundo

Estudo indica 'declínio maciço' da maior colônia de pinguim-rei do mundo

GERAL -   

Paris, 27 Jul 2018 (AFP) - A colônia de pinguins-rei situada na Ilha dos Porcos, no arquipélago subantártico de Crozet, considerada a maior do mundo, diminuiu quase 90% em 35 anos, estimou uma equipe de pesquisadores, apoiando-se em imagens de satélites.

Entre o início da década de 1980 e a atualidade, "a colônia declinou 88%, passando de cerca de 500.000 casais reprodutores a 60.000", segundo um estudo publicado na Antarctic Science.

Calculando que um par reprodutor represente quatro indivíduos (o casal e dois jovens), isto significaria que restariam cerca de 240.000 pinguins-rei na ilha.

"É uma redução enorme", declarou nesta sexta à AFP Henri Weimerskirch, pesquisador do Centro Nacional de Pesquisas Científicas da França (CNRS) e autor principal do estudo, publicado esta semana.

"As causas do desaparecimento desses pinguins podem ser ambientais, mas o motivo continua sendo um mistério", ressalta o CNRS.

Conhecida desde os anos 1960, esta colônia se encontra na reserva natural de Terras Austrais Francesas (TAAF). Nos anos 1980, era considerada a maior reserva de pinguins-rei do mundo.

Mas devido ao seu isolamento, não havia sido realizada nenhuma avaliação da colônia nas últimas décadas.

Os pesquisadores do Centro de Estudos Biológicos de Chizé (CNRS/Universidade de La Rochelle, França) usaram imagens de satélite para medir as mudanças na colônia desde a última visita à ilha realizada por uma equipe científica, em 1982.

Naquele momento, a colônia contava com 500.000 casais reprodutores, ou seja, uma população de mais de dois milhões de exemplares.

O declínio parece ter começado no fim dos anos 1990. "O elemento desencadeante" foi talvez um episódio climático importante no oceano Antártico relacionado com o fenômeno El Niño em 1997, que teria afetado as capacidades de busca de alimento dos pinguins-rei.

"Até este estudo, em todo o oceano Antártico, se calculava que a população de pinguins-rei era de 1,5 milhão de casais reprodutores". Após esta descoberta na Ilha dos Porcos, teria-se "perdido um terço da população global de pinguins-rei", apontou o pesquisador.