Maxi López ainda se condiciona e não há prazo para estreia no Vasco

Maxi López ainda se condiciona e não há prazo para estreia no Vasco

GERAL -   

  • Rafael Ribeiro/Vasco.com.br

    Maxi López aprimora a parte física em treino do Vasco no CT das Vargens

    Maxi López aprimora a parte física em treino do Vasco no CT das Vargens

Contratação de maior nome até então na temporada do Vasco, o atacante Maxi López ainda vai esperar para estrear pelo Cruzmaltino. Em processo de condicionamento físico, o argentino não tem prazo para estar em campo.

De acordo com o técnico Jorginho, pode ser que em até duas semanas os vascaínos vejam o ex-jogador de Barcelona e Milan em ação.

"É muito cedo para falar do Maxi", disse o treinador, que lamentou a ausência dele na derrota por 3 a 1 para a LDU, em Quito (EQU), pela Sul-Americana: "Seria importante tê-lo aqui".

O fisiologista Mauricio Negri é ainda mais cauteloso. O profissional classifica esse período de treinos do argentino como uma espécie de pré-temporada.

"O Maxi López iniciou uma pré-temporada conosco depois de mais de 30 dias de inatividade. Foram realizadas avaliações físicas, médicas, fisioterápicas e nutricionais. Constatamos que ele chegou com um padrão físico compatível com atletas nessa condição. Esse período de preparação completou uma semana e ele tem se empenhado muito, respondido bem aos treinamentos. Preferimos não dar ainda nenhuma previsão de estreia por entendermos que ele só deve entrar em campo quando possuir condições de demonstrar todo seu potencial", disse ao site oficial do Vasco.

Maxi López obteve na semana passada seu visto de trabalho brasileiro e agora corre para entrar em forma. Ainda hospedado no hotel onde o Vasco se concentra, na Barra da Tijuca (RJ), ele tem feito questão de se mostrar presente com o elenco.

No último domingo, na vitória cruzmaltina por 1 a 0 sobre o Grêmio, em São Januário, o argentino foi para o jogo com a delegação e acompanhou a partida. Ele já havia feito isso no dia de sua chegada ao Rio de Janeiro, no duelo com o Bahia, pela Copa do Brasil.

Enquanto não estreia, seu compatriota Andrés Rios tem aproveitado as oportunidades após acertar sua permanência até o fim do ano no Vasco. "Quando o Maxí tiver condições de jogar, irá nos ajudar também, com certeza irá marcar muitos gols. A posição em que vamos jogar o Jorginho irá decidir. Estamos prontos para atuar na posição que o time precisar, seja no lado, no meio ou como centroavante. Jogando na posição que for, vou procurar fazer gols", disse Rios.

Maxi López estava na Udinese, da Itália, e assinou com o Vasco por duas temporadas. Ele utilizará a lendária camisa 11, que já foi do ídolo Romário.