Sequência e queda de rendimento: os motivos de Guerrero ser barrado no Fla

Sequência e queda de rendimento: os motivos de Guerrero ser barrado no Fla

GERAL -   


O técnico Mauricio Barbieri não apresentou desculpas para justificar sua escolha em iniciar a partida contra o Sport, neste domingo, com o atacante Guerrero no banco de reservas. De acordo com o treinador, o que pesou para isso foram as sequências de jogos e uma queda de rendimento.

"Paolo vinha de três jogos em sequência, não estava habituado e teve uma queda de rendimento. Conversamos para melhorar neste sentido e ele também está incomodado. Ele tem manifestado a todo momento o desejo de ajudar, de contribuir", declarou.

Guerrero terá mais quatro partidas antes do término de seu atual contrato. Até o momento, o peruano não chegou a um acordo de renovação com a diretoria, que prepara uma contraproposta para apresentá-lo. Barbieri, no entanto, garantiu que não tocou neste assunto com o jogador.

"Não tive conversa no sentido de renovação, ele está conversando com o agente e a direção. Não me envolvo nisso. Conversamos sobre a questão de campo e o Paolo sempre se mostra propenso a ajudar a equipe da melhor maneira possível", disse.

Neste domingo, Guerrero entrou somente aos 28 minutos do segundo tempo e completou seis partidas no Campeonato Brasileiro. Caso atue mais uma vez, o atacante não poderá mais se transferir para outro clube da Série A nesta temporada de acordo com o regulamento.

O Flamengo goleou o Sport por 4 a 1 no Maracanã e se manteve na liderança do Brasileiro com dois pontos a frente do São Paulo, vice-colocado.