O drama de Rodrygo: com brilho do Rayo, Santos perde para o América

O drama de Rodrygo: com brilho do Rayo, Santos perde para o América

GERAL -   


O Santos segue em jejum de vitórias. Neste domingo, na Vila Belmiro, o Peixe perdeu para o América-MG, por 1 a 0, com gol marcado por Ruy, de pênalti. Com direito a bom jogo e bola na trave de Rodrygo, e lance inacreditável de Yuri Alberto, o Alvinegro segue sem vencer desde que o Brasileirão retornou, após a pausa para a disputa da Copa do Mundo. O Coelho, por sua vez, chegou a segunda vitória seguida.

Com Serginho Chulapa no comando do Alvinegro de maneira interina, o Peixe caiu para a 16ª colocação, uma à frente da zona de rebaixamento. Nesta quarta, a missão é contra o Cruzeiro, pela Copa do Brasil. Já o América recebe o Palmeiras, em Belo Horizonte, para tentar manter a décima colocação, após conseguir a primeira vitória do torneio fora de casa em 2018.

O drama de Rodrygo

Assim como foi contra o Flamengo, Rodrygo passou a maior parte do primeiro tempo insistindo em jogadas pela direita do ataque santista, muitas vezes tabelando com Victor Ferraz. Inspirado, o Rayo se viu sozinho diante de um time pouquíssimo criativo. Em determinados lances, seus companheiros pareciam não acompanhar tamanha rapidez de raciocínio.

Com a partida em tese dominada, o Santos passou a abusar dos cruzamentos: foram 24. Apenas três certos.Bolas alçadas na área para muitas vezes um bate-cabeça do próprio ataque: mais centralizados, Sasha e Gabigol pouco se entenderam. Bruno Henrique, mais uma vez, não parecia estar em grande noite.

Craque solitário na equipe, Rodrygo mandou uma cobrança de falta no travessão de João Ricardo. Quase que na sequência do lance, o garoto de 17 anos protagonizou lindo lance e cruzou para Gabriel. Livre de marcação, o camisa 10 errou o alvo e mandou para fora de cabeça.

Quem não faz... Toma!

O América-MG se propôs a jogar por uma bola. E o fez com maestria. Em contra-ataque veloz, Marquinhos invadiu a grande área e ao sentir um encostão de Alison caiu. Rafael Traci, sem pestanejar, assinalou pênalti. Na cobrança, Vanderlei acertou o canto, mas Ruy marcou para o Coelho. Castigo para Alison, um dos mais esforçados em campo.

Inacreditável

Insatisfeito com a derrota, Chulapa promoveu a entrada de Yuri Alberto no intervalo, tirando Sasha, com dores na coxa esquerda, de campo. Com isso, Gabriel ganhou liberdade no ataque e por pouco não marcou no começo da etapa complementar. Melhor para o goleiro João Ricardo que, a queima-roupa, fez uma defesa de cabeça. O problema dos cruzamentos persistiu. Se os acertos aumentaram, a dificuldade foi dos atacantes em anteciparem os zagueiros.

O lance mais inacreditável do jogo ainda estava por vir. No fim, Jean Mota chutou de fora da área e o goleiro deu rebote. Livre e com o gol praticamente aberto, além da opção de tocar para o companheiro ao lado, Yuri Alberto mandou a bola para fora e sentenciou a derrota do Santos.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 0 X 1 AMÉRICA-MG

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)

Data-horário: 29 de julho de 2018, domingo, às 19h

Árbitro: Rafael Traci (PR)

Assistentes: Bruno Boschillia e Rafael Trombeta (ambos do PR)

Público/renda: R$ 155.868,00 / 8.691 pagantes

Cartões amarelos: Carlinhos, Alison

Cartões vermelhos: -

Gols: Ruy, aos 38'1ºT

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, David Braz e Dodô; Alison e Diego Pituca (Jean Mota, aos 14'2ºT); Rodrygo, Gabriel (Arthur Gomes, aos 28'2ºT), Eduardo Sasha (Yuri Alberto - intervalo) e Bruno Henrique. Técnico: Serginho Chulapa

AMÉRICA-MG: João Ricardo; Aderlan, Matheus Ferraz, Messias e Carlinhos; Juninho, Gerson Magrão (Zé Ricardo, aos 21'2ºT) , Giovanni e Marquinhos (Ademir, aos 25'2ºT); Ruy (Judivan, aos 33'2ºT).Técnico: Adilson Batista