Chulapa minimiza lance de Yuri Alberto, e justifica má fase de Gabigol

Chulapa minimiza lance de Yuri Alberto, e justifica má fase de Gabigol

GERAL -   

  • Ivan Storti/SantosFC

O Santos tentou, "martelou", mas saiu derrotado para o América-MG  neste domingo (29). E o principal motivo para o resultado foi a falta de pontaria, simbolizada na chance perdida pelo jovem Yuri Alberto. O técnico interino do clube, Serginho Chulapa, tratou de minimizar o lance, e elogiar o atacante, além de justificar a má fase de Gabigol, que teve a saída festejada na Vila Belmiro.

"Não acredito (que Yuri Alberto tenha se queimado). Tem 17 anos, tem personalidade, acompanho ele desde a base. Faz parte. Poderia ter feito o gol, né? Mas acontece, tem que dar moral. Entrou, tentou fazer o melhor, mas infelizmente não deu", disse o treinador após o jogo.

Outro assunto trazido para a entrevista coletiva pelos jornalistas foi, claro, o fato de a substituição de Gabigol por Arthur Gomes ser comemorada pelos torcedores presentes no estádio. A demonstração de que a paciência com o atacante acabou, porém, foi justificada por Chulapa, que vê a falta de opção no elenco como motivo para a má fase do atleta.

"O Gabriel não é centroavante. Quando ele estava jogando com o Ricardo Oliveira aqui, toda hora estava na cara do gol. Tem de vir de trás, é um jogador de ponta. Isso de estar como referência está o complicando bastante. Quando tiver um centroavante, vai melhorar", explicou.

O Santos está novamente ameaçado. Cada vez mais perto da zona do rebaixamento, a equipe entra em campo na próxima quarta-feira (1º), contra o Cruzeiro, pelo jogo de ida da Copa do Brasil.