Montanhistas ficam isolados devido a terremoto na Indonésia

Montanhistas ficam isolados devido a terremoto na Indonésia

GERAL -   

Jacarta, 30 jul (EFE).- As equipes de resgate da Indonésia tentam nesta segunda-feira retirar mais de 500 montanhistas que ficaram isolados no monte Rinjani, na ilha de Lombok, onde no domingo um terremoto de 6,4 graus de magnitude causou pelo menos 14 mortos e deixou 162 feridos.

As avalanches e deslizamentos de terra provocados pelo terremoto bloqueiam o caminho de volta dos escaladores, segundo o registro ao que a Agência Efe teve acesso.

Nenhum deles se encontra em perigo.

Pelo menos dois helicópteros foram usados para as tarefas de salvamento, que já conseguiram evacuar outras 246 pessoas, segundo o porta-voz de Agência Nacional de Gestão de Desastres (BNPB), Sutopo Purwo Nugroho, nas redes sociais.

Entre os presos estão cerca de 200 tailandeses que, segundo o jornal tailandês "Bangcoc Post", passaram a noite em tendas de campanha e consumindo as provisões com as quais chegaram ao monte, onde fica uma das principais atrações turísticas da ilha: o vulcão Rinjani.