Pedro marca golaço, mas Flu recua e empata com Bahia no Maracanã

Pedro marca golaço, mas Flu recua e empata com Bahia no Maracanã

GERAL -   


Foi um cenário totalmente diferente do vivido na Sul-Americana. Se o Fluminense dominou a partida contra o Defensor (URU), não soube segurar a vantagem contra o Bahia, neste domingo, no Maracanã. Pedro marcou um golaço e deixou o Tricolor em vantagem, mas a retranca no segundo tempo foi punida com gol de Gilberto, que decretou o empate em 1 a 1.

Com o placar, o Fluminense ficou na 9ª colocação com 22 pontos conquistados e volta a campo apenas na próxima segunda-feira, quando enfrenta o Internacional, às 20h, também no Maracanã. Já o Bahia permanece na 16ª posição e enfrenta o América-MG, no próximo sábado.

Bahia leva perigo...

O Fluminense teve trabalho com o ataque do Bahia, principalmente pelo lado esquerdo. As triangulações deram trabalho para a defesa e o Tricolor Baiano assustou em quatro chances nos primeiros 15 minutos. A mais perigosa delas foi com Vinícius, que chutou rente ao travessão.

Quem não faz, leva!

O Bahia cansou de desperdiçar chances no ataque, mas o Fluminense precisou de apenas uma para abrir o placar. Após bela jogada de Matheus Alessandro, Pedro recebeu na entrada da área e deu um tapa com categoria, no ângulo de Anderson.Um golaço do camisa 9.

Virou lá e cá

Após o gol, a partida se abriu. Com as duas equipes atacando, virou um duelo franco. Júlio César salvou em uma bela cabeçada de Gilberto, enquanto Gum quase marcou de cabeça em escanteio. O Bahia tinha mais posse de bola, mas o Flu assustava nos contra-ataques.

Flu recua e Bahia cresce

As substituições de Marcelo Oliveira colocaram o Fluminense mais recuado. Ibañez e Richard fortaleceram o sistema defensivo, mas chamaram o Bahia para o campo de ataque. Com a saída de Sornoza, a situação piorou.

Gilberto castiga a retranca

Parecia questão de tempo para o empate e não demorou. Nos minutos

finais da partida, Gilberto aproveitou o cruzamento da direita e marcou de cabeça. Resultado que decretou o quarto 1 a 1 seguido entre as equipes no Brasileirão.