Colado na liderança, Inter 'decidirá' Brasileirão em casa no returno

Colado na liderança, Inter 'decidirá' Brasileirão em casa no returno

GERAL -   


A vitória sobre o Fluminense por 3 a 0 manteve o Inter colado na ponta do Brasileirão. Três pontos separam o Colorado, terceiro colocado, do líder São Paulo. E, para o segundo turno, o trunfo vermelho e branco é jogar em casa contra todos adversários diretos.

São Paulo, Flamengo, Grêmio, Atlético-MG e Palmeiras, que com o Inter formam o G-6 atualmente, enfrentarão o Colorado no Beira-Rio. Tarefa nada fácil neste ano.

Em 2018, o Internacional perdeu apenas uma partida atuando em casa. Foi contra o Grêmio pelo Campeonato Gaúcho. No Brasileiro soma seis vitórias e dois empates, 83% de aproveitamento.

"Estamos muito fortes. Isso não significa que ganharemos todas, e todos os segundos turnos são mais difíceis que os primeiros. Os times na média fazem menos pontos, porque é parte final, quem está disputando para não cair joga a vida, vem o desespero. Temos todos os clássicos em casa, onde estamos sendo muito fortes. Mas são clássicos. Assim como ganhamos do Fluminense, do Atlético-MG, daqui a pouco alguém vai lá e vence também. É regularidade. Temos isso em desempenho, daí as vitórias tem vindo, independentemente da estratégia que temos adotado", disse o técnico Odair Hellmann.

Os números recentes do Internacional são muito bons. Dos últimos 14 jogos, o time gaúcho perdeu apenas um, vem de três vitórias consecutivas, sendo duas fora de casa. Antes, ficou 10 jogos sem conhecer derrota.

Mas ainda assim, o discurso de jogadores, direção e corpo técnico prega cautela e valoriza apenas o próximo confronto.

"O Inter está tendo a mesma organização, espírito, comprometimento, dentro e fora de casa. Claro que com uma estratégia diferente dentro e fora de casa. Mas eu penso apenas no próximo jogo", completou o treinador.

E o próximo confronto será diante do Paraná, no Beira-Rio, domingo às 11h (de Brasília).