Peru lamenta "incêndio devastador" em museu e oferece cooperação ao Brasil

Peru lamenta "incêndio devastador" em museu e oferece cooperação ao Brasil

GERAL -   

Lima, 3 set (EFE).- O governo do Peru lamentou nesta segunda-feira "o incêndio devastador" ocorrido no Museu Nacional do Rio de Janeiro e manifestou sua disponibilidade "para cooperar no que for possível" para lidar com a situação.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros peruano lembrou que o museu era "a mais antiga instituição científica do Brasil", razão pela qual lamentou "a irreparável perda do acervo histórico e do patrimônio por trás deste trágico incidente".

"O Peru expressa sua solidariedade e disposição de cooperar em tudo o que for viável para enfrentar essa situação, a qual, felizmente, não deixou vítimas para se lamentar", concluiu.

O Museu Nacional do Rio de Janeiro, localizado em um edifício considerado uma joia da arquitetura do início do século XIX, sofreu um dano imenso e a maior parte de sua riqueza foi destruída, incluindo o fóssil Luzia, o hominídeo mais antigo (de entre 11.500 e 13.000 anos) descoberto no Brasil em 1974 por uma equipe franco-brasileira.