Polícia turca procura pistas sobre Khashoggi em floresta perto de Istambul

Polícia turca procura pistas sobre Khashoggi em floresta perto de Istambul

GERAL -   

Istambul, 18 out (EFE).- A polícia da Turquia começou a procurar na Floresta de Belgrado, nos arredores de Istambul, pistas sobre o paradeiro do jornalista saudita Jamal Khashoggi, desaparecido desde que entrou no consulado da Arábia Saudita no último dia 2.

Os agentes coletaram imagens das câmeras de segurança ao redor da floresta e começaram a fazer as buscas, segundo a rede de televisão "NTV".

A Floresta de Belgrado possui uma área de 50 quilômetros quadrados na parte europeia de Istambul, perto do estreito de Bósforo.

Segundo o jornal "Sabah", as investigações também se estenderam à província de Yalova, do outro lado do mar de Mármara.

De acordo com o "Sabah", uma das vans que saíram do consulado saudita no dia do desaparecimento de Khashoggi foi detectada nesta província, a 100 quilômetros do centro de Istambul.

Especialistas turcos em segurança inspecionaram nos últimos dias tanto o consulado como a residência do cônsul saudita em Istambul

O ministro da Justiça da Turquia, Abdulhamit Gül, afirmou hoje que a investigação "deve se ajustar a todas as normas internacionais" e que não pode comentar as diversas hipóteses sobre o caso surgidas na imprensa antes de ter um resultado.

"É preciso levar em conta que a investigação transcorre em segredo de justiça", disse Gül em entrevista à agência "Anadolu".

O ministro acrescentou que, "em termos gerais, se o culpado de um crime se encontra em outro país, é pedida a extradição e entrega; se não se sabe em que país está, é emitida uma nota vermelha na Interpol".

O Ministério Público da Turquia também divulgou hoje um comunicado para destacar que a investigação "se ajusta aos acordos, tratados e convenções internacionais e continua com todo o rigor".

O governo turco se negou a comentar os rumores de que Khashoggi foi torturado, decapitado e esquartejado dentro do consulado.