Grupo de consumidores da China critica Apple após violação de dados de acesso de usuários

Grupo de consumidores da China critica Apple após violação de dados de acesso de usuários

GERAL -   


XANGAI (Reuters) - Uma associação de consumidores chineses criticou a Apple por uma recente falha de segurança de dados que teria gerado perdas financeiras a eles depois que suas informações de acesso aos serviços da companhia norte-americana foram roubadas.

A Apple informou no início do mês que uma investigação interna descobriu que "um pequeno número de contas de nossos usuários foram acessadas através de golpes de 'phishing' onde a autenticação de dois fatores não estava habilitada".

A empresa norte-americana acrescentou que a questão também gerou um crescimento no número de "pedidos falsos de reembolso", que tentam tirar proveito do incidente.

A Associação de Consumidores da China disse em seu site que a Apple não deve se esquivar de sua responsabilidade e deve compensar os consumidores na íntegra.

A questão é uma dor de cabeça potencial para a Apple na segunda maior economia do mundo, com a companhia norte-americana já enfrentando uma situação potencialmente difícil no país, em meio à guerra comercial entre Estados Unidos e a China.

A plataforma chinesa de pagamento móvel Alipay disse na semana passada que hackers roubaram uma quantia desconhecida de dinheiro de contas de usuários usando dados de acesso roubados da Apple e a questão permaneceu sem solução apesar da empresa norte-americana ter conhecimento do caso.

Na sexta-feira, a Apple se recusou a fazer comentários além de sua declaração anterior sobre o assunto.

"Estamos identificando proativamente atividades suspeitas e entrando em contato com clientes afetados. Recomendamos fortemente a todos os usuários que ativem a autenticação de dois fatores, o que impede o acesso não autorizado a suas contas", afirmou a empresa na declaração do início do mês, quando lamentou "o inconveniente causado aos nossos clientes" pelos golpes de phishing.

(Por Adam Jourdan)