Israel reabre postos de fronteira com Gaza, 4 dias depois de fechá-los

Israel reabre postos de fronteira com Gaza, 4 dias depois de fechá-los

GERAL -   

Jerusalém, 21 out (EFE).- O ministro da Defesa de Israel, Avigdor Lieberman, ordenou neste domingo a abertura dos postos de fronteira com a Faixa de Gaza após fechá-los na quinta-feira passada, devido ao lançamento de foguetes a partir do território palestino, que gerou uma nova operação militar.

Lieberman "ordenou a abertura dos cruzamentos de Erez e Kerem Shalom (para pessoas e mercadorias, respectivamente) após consultas com as forças de segurança", informou o seu escritório em comunicado, depois de um fim de semana de relativa calma na linha de separação entre o território palestino e Israel.

Além disso, o ministro acrescentou que, por enquanto, adiou "a decisão sobre (permitir) o fornecimento contínuo de combustível do Catar" ao território litorâneo, que "será examinada em poucos dias", segundo a evolução dos "eventos".

Israel proibiu na semana passada a entrada de combustível e gás na Faixa de Gaza, e esta, afirmou Lieberman, "só será retomada quando a violência parar completamente, incluindo o lançamento de balões incendiários e a queima de pneus perto das comunidades israelenses".

A decisão foi tomada poucos dias depois de Israel permitir que centenas de litros de combustível comprado pelo Catar entrassem na Faixa de Gaza, para aliviar os cortes de energia energética sofridos por seus habitantes.