Situação do Vasco se complica pela falta do simples de Alberto Valentim

Situação do Vasco se complica pela falta do simples de Alberto Valentim

GERAL -   


Não é de hoje que a situação do Vasco no Campeonato Brasileiro está complicada. Há alguns meses, a equipe vem brigando contra o rebaixamento na competição. Nos últimos 11 jogos, tem o comando do técnico Alberto Valentim, que chegou ao Cruz-Maltino para tentar melhorar o time em campo, mas até agora, o que se viu foi uma piora. O motivo? A falta da prática do simples pelo treinador. O LANCE! analisa a partir de agora.

Vamos começar pelos números. Com Alberto Valentim, dos 33 pontos possíveis em disputa, o Vasco conquistou somente dez, um aproveitamento de 30,3%. Foram 11 jogos que o treinador já comandou o Cruz-Maltino em campo, destes duas vitórias, quatro empates e cinco derrotas. Destas partidas, sete foram como visitante, e nenhuma vitória fora também. Retrospecto que não condiz com o grandeza do Vasco e com o que os milhões dos torcedores do clube merecem.

A diretoria liderada pelo presidente Alexandre Campello, em um passado recente, já desfez o trabalho de um treinador que tinha números melhores em comparação com os de Alberto Valentim. Em sua segunda passagem pelo Vasco, Jorginho foi demitido no último dia 13 de agosto após dez jogos disputados, com um aproveitamento de 43,3% - quatro vitórias (duas a mais que o atual treinador), um empate e cinco derrotas.

Agora, o trabalho. Sim, tudo bem, um dos maiores problemas do Vasco na temporada é as inúmeras lesões, contínuas, que os jogadores estão sofrendo, prejudicando demais uma sequência. Neste ponto, nem Alberto Valentim nem qualquer treinador teria qualquer tipo de culpa. Mas o atual técnico cruz-maltino está pecando pela falta do simples, tanto nas escalações titulares quanto nas substituições, quando necessário.

Isto prejudica demais um trabalho como no elenco do Vasco, que já peca na qualidade em alguns setores - se salvam, atualmente, somente a zaga e o ataque pelo Leandro Castan e o Maxi López, respectivamente. Fabrício, apesar do gol marcado contra o Sport na derrota do último sábado, não tem condição de ser titular absoluto - como vem sendo com Alberto Valentim. Mesmo cenário para Rafael Galhardo na lateral direita.

- A gente precisa primeiro recuperar os jogadores. Foram três jogadores que sairão por lesões. Depois a gente vê quem vai está disponível para o próximo jogo. A gente precisa melhorar em tudo, sempre falei, a gente precisa melhorar nossa fase defensiva, com mais pegada, mais qualidade e a na fase ofensiva também, nós precisamos melhorar - destacou Alberto Valentim em entrevista coletiva após o último jogo pelo Campeonato Brasileiro.

Alberto Valentim, concordo com o que você disse, que o Vasco precisa melhorar em tudo. Mas por qual motivo ainda não melhorou, hein? Justamente pela falta do simples praticado em seu comando do time do Vasco. Já se passaram 11 jogos, dois meses que está no cargo no clube, e até agora nada. O tempo não é infinito, faltam oito jogos para o fim do Brasileiro, 24 pontos ainda em disputa, e o Vasco precisa conquistar ao menos 11 pontos para ficar tranquilo na luta contra a permanência.

Faz o simples, coloca quem estiver melhor em campo, sem inventar. Não há mais tempo para falhas do Vasco nesta reta final de temporada. Sexta-feira, contra o Internacional, no Complexo Esportivo de São Januário, é a oportunidade de você se corrigir no Vasco antes que seja tarde demais. O Vasco, pelo grandeza que representa, não merece passar pelo que vem passando. O torcedor espera isso de você.