Juiz peruano ordena 36 meses de prisão preventiva para Keiko Fujimori

Juiz peruano ordena 36 meses de prisão preventiva para Keiko Fujimori

GERAL -   

Lima, 31 out (EFE).- O juiz peruano Richard Concepción Carhuancho determinou nesta quarta-feira 36 meses de prisão preventiva para a líder opositora Keiko Fujimori na investigação por lavagem de dinheiro no financiamento da sua campanha presidencial nas eleições de 2011.

"Este escritório considera que existe suspeita grave sobre a participação da investigada Keiko Sofía Fujimori no crime de lavagem de dinheiro em condição de líder de organização", afirmou o juiz ao sustentar sua decisão.