Trump diz que não discutiu inquérito sobre Rússia com secretário de Justiça interino

Trump diz que não discutiu inquérito sobre Rússia com secretário de Justiça interino

GERAL -   


Por Roberta Rampton

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta sexta-feira que não discutiu a investigação sobre a interferência da Rússia nas eleições presidenciais de 2916 com Matt Whitaker antes de indicá-lo como secretário de Justiça interino nesta semana, e que está a cargo de Whitaker decidir se quer se envolver ou não com a investigação.

Falando a repórteres na Casa Branca, Trump defendeu sua escolha de Whitaker, que foi alvo de críticas por seus comentários passados sobre a investigação, dizendo que o advogado tem uma excelente reputação e foi altamente recomendado pelo ex-governador de Iowa Terry Branstad, que é agora embaixador de Trump na China.

Trump repetiu enfaticamente que não conhecia Whitaker, que ele indicou na quarta-feira para liderar o Departamento de Justiça interinamente após forçar a saída do secretário Jeff Sessions do cargo.

"Matt Whitaker - eu não conheço Matt Whitaker", disse Trump.

Após Trump indicar Whitaker, uma porta-voz do Departamento de Justiça afirmou que ele irá supervisionar todos os temas sob jurisdição do departamento, incluindo a investigação sobre a Rússia sendo liderada pelo procurador especial Robert Mueller.

Mueller está investigando suposta interferência russa na eleição de 2016 e qualquer possível conluio com a campanha de Trump.

Whitaker já criticou publicamente a investigação como sendo muito ampla, e democratas pediram a ele que recuse o cargo, dizendo que sua indicação nesta semana parece ser um esforço de Trump para frear a investigação.