Jornal Floripa - Aumento de roubos a ciclistas na Avenida dos Andradas assusta usuários

topo

Aumento de roubos a ciclistas na Avenida dos Andradas assusta usuários

Últimas notícias -    

Assaltos e furtos assustam cada vez mais os ciclistas de Belo Horizonte. Os usuários de bicicletas reclamam do aumento da criminalidade na Região da Avenida dos Andradas, na Região Central da capital mineira. No último domingo, dois homens tiveram a bike roubada quando passavam pela via. Um deles foi agredido e ficou internado por três dias. Dados da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), ilustram a violência. Entre janeiro e novembro de 2015, foram registrados oito roubos das 'magrelas' na capital. Para o mesmo período de 2016, o número subiu para 14, o que representa quase o dobro de casos. Esses são os últimos números disponibilizados pelo órgão. No grupo Massa Crítica BH, que reúne ciclistas da cidade, histórias de assaltos na Andradas tem sido cada vez mais frequentes. Um desses casos é do ilustrador Hugo Rezende de Paula, de 29 anos. Hugo pedalava com um amigo na noite do último domingo quando foram surpreendidos por um grupo de assaltantes. Eles tiveram as bicicletas e os celulares roubados. "Eles nos cercaram próximo a Estação Santa Efigênia", relembra o ilustrador. Ele conta que cinco pessoas se aproximaram deles e derrubaram o amigo da bicicleta. Percebendo o assalto, Hugo desceu de sua bike e seguiu as ordens dadas pelos homens. "Eles estavam com algumas armas brancas, facas e pedaços de paus. Pediram as bicicletas e os celulares e quiseram ver se os tênis eram de boa qualidade", diz. Apesar de colaborarem com o grupo, os amigos acabaram saindo feridos. Depois de entregar os pertences, Hugo se virou para pegar o tênis - que havia sido descartado pelos assaltantes - e foi atingido por trás, na cabeça, por um pedaço de pau. O ilustrador teve traumatismo craniano e precisou ficar três dias internado. Já o amigo machucou a mão quando foi derrubado e teve que passar por cirurgia. Sem meio de transporte ou forma de se comunicar, os dois tiveram que caminhar, mesmo feridos, até o atendimento mais proximo. Repetição Hugo ainda informou que, através do grupo Massa Crítica, outras pessoas relatam casos bem similares aos dele, também na Avenida dos Andradas. "Cerca de dois dias depois do crime, vi uma conhecida contando que foi vítima de roubo no mesmo local. Levaram a bolsa dela, mas dispensaram a bicicleta", afirmou. O ilustrador ainda disse que estratégia dos criminosos nos dois casos foi bem similar e, por isso, acredita se tratar de um grupo grande de assaltantes que monitoram o local. O em.com.br tentou contato com a Polícia Militar (PM) da região para saber o posicionamento do órgão frente aos assaltos e quais as providências serão tomadas, mas não conseguiu respostas.

Fonte: http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2017/02/09/interna_gerais,846309/aumento-de-roubos-a-ciclistas-na-avenida-dos-andradas-assusta-usuarios.shtml

Loading...