Returno começa hoje e clubes já fazem contas para saber o que fazer para não ser rebaixado

Últimas notícias -    

O returno do Campeonato Brasileiro começa hoje e, junto com ele, as contas que os alguns clubes precisam fazer, rodada a rodada,  para saber quantos pontos serão necessários para evitar o rebaixamento. Após 19 jogos, pelo menos 12 clubes ainda se sentem ameaçados pelo fantasma da degola, entre eles o Fluminense (9º colocados com 23 pontos), o Botafogo (12º, com 22) e o Vasco (16º, com 19), este com dois jogos a menos. São 57  pontos em disputa e os três cariocas precisam, no mínimo, repetir as campanhas do turno, quando conquistaram, mais ou menos, 38,5% dos pontos.    O Brasileiro é disputado em pontos corridos por 20 clubes desde 2006. Nestes 12 anos, em apenas quatro ocasiões quem terminou a competição com 44 pontos foi rebaixado. Isso aconteceu em 2007 (Corinthians), 2008 (Figueirense), e 2013 (Portuguesa e Vasco). Em 2009, o Coritiba caiu para a segunda divisão com 45 pontos, uma exceção, assim como foi o Palmeiras em 2014, que escapou da degola mesmo somando apenas 40 pontos – neste ano o Vitória foi rebaixado com 38 pontos. Por isso, se não quiser correr qualquer risco de disputar a segunda divisão em 2019, é bom o clube estabelecer em 46 pontos o sarrafo para não ser rebaixado. Quem gosta de um pouco de emoção pode baixar a meta para 44 pontos. Segundo os matemáticos, com esta pontuação as chances de cair são de apenas 3,6% neste ano. Com 45 pontos, não chega a um dígito (0,8%), e mesmo com 43 (11,5%) será difícil disputar a Segundona em 2019. Isso significa que mesmo se repetirem as medíocres campanhas que fizeram no turno, Fluminense, Botafogo e Vasco têm grandes chances de escapar da degola no início de dezembro. Mas é bom não facilitar, não dar chance ao azar.  Os dois primeiros não vencem há quatro rodadas enquanto o Vasco perdeu três dos últimos quatro jogos. 

Fonte: http://www.jb.com.br/esportes/noticias/2018/08/22/returno-comeca-hoje-e-clubes-ja-fazem-contas-para-saber-o-que-fazer-para-nao-ser-rebaixado/
 

 */ ?>