Caixa de gordura predomina entre irregularidades encontradas pela Blitz Se Liga Na Rede no Norte da Ilha

A caixa de gordura foi a irregularidade mais encontrada no primeiro dia de Blitz Se Liga Na Rede na Cachoeira do Bom Jesus. A fiscalização foi feita na manhã desta segunda-feira (29) na Rodovia Luiz Boateux Piazza e contou com o trabalho dos fiscais da Vigilância em Saúde, apoiados por equipe técnica da Casan e técnicos do Programa Floripa Se Liga Na Rede. Dos cinco lotes vistoriados, em três foram encontrados problemas na caixa de gordura.

O dispositivo, que pode ser confeccionado de plástico (PVC), fibra de vidro, concreto, alvenaria precisa estar dimensionado conforme a NBR 8160/99, no item 5.1.5.1. Além disso, a caixa de gordura deve receber, exclusivamente, efluentes que contiverem resíduos gordurosos provenientes das pias de cozinha, churrasqueira e máquinas de lavar louça, devendo ser instalada em local com boas condições de ventilação, completamente vedada e de com fácil acesso para manutenção.

Na fiscalização da Cachoeira do Bom Jesus, a pior ocorrência identificada foi em um complexo comercial misto, composto por lavacar, borracharia, lanchonete, salão de beleza e uma pousada. O responsável foi intimado a cortar a ligação das pias de banheiro, chuveiro e tanque com a caixa de gordura, prática considerada irregular segundo as legislações sanitárias e ambientais. No mesmo imóvel, a Vigilância intimou o proprietário a limpar caixas de gordura e caixa de passagem.

Dois apartamentos, uma imobiliária e um açougue que dividem um mesmo lote apresentaram inadequações na caixa de gordura. O mesmo problema foi identificado em uma galeria comercial com duas lojas.

Pela primeira vez desde o início das blitzes, no dia 15 de outubro, foram encontrados imóveis com ligação correta à rede. Quatro lojas de um lote e uma agropecuária estavam com a situação adequada, de acordo com a avaliação das equipes.

Em três Blitz Se Liga Na Rede, foram fiscalizados até agora um shopping, seis edifícios, nove condomínios, seis residências e dois estabelecimentos comerciais. Dos 24 imóveis visitados, apenas dois estavam com em situação regular. Os demais tiveram processo administrativo aberto na Vigilância Sanitária e Floram.

 

Orientações para limpeza da caixa de gordura

 

– A caixa de gordura das residências deve ser limpa periodicamente.

– No caso de estabelecimentos como restaurantes, a frequência de limpeza deve ser bem maior do que nas residências, em alguns casos até toda semana.

– A gordura retirada da caixa de gordura deve ser colocada em um saco de lixo e descartada junto aos demais resíduos que são coletados pela Comcap e levados para aterros sanitários.

– No caso de limpeza dos sistemas individuais das residências por caminhões limpa-fossa, o prestador de serviço pode limpar também a caixa de gordura da residência.

 


Fonte: Floripa News