Camada de granito dificulta esforços para salvar menino que caiu em poço na Espanha

<p>Os esforços para resgatar um menino de dois anos que caiu em um poço profundo e estreito esbarraram, neste domingo, com outro problema: uma camada de granito de cinco metros, informaram as autoridades.</p><p>”Foram encontrados cinco metros de granito (…) Do ponto de vista técnico, do ponto de vista material, está sendo feito tudo que é humanamente possível, mas as circunstâncias não estão ajudando”, disse o presidente da região de Andaluzia, Juan Manuel Moreno.</p><p>Uma perfuradora gigante pôde ser instalada no sábado e os técnicos começaram a escavar um túnel vertical paralelo ao poço artesiano abandonado, de mais de 100 metros de profundidade e apenas 25 centímetros de diâmetro.</p><p>Mas a partir de 40 metros se depararam com a camada de granito, que dificultou a perfuração.</p><p>”Espero e confio que amanhã, segunda-feira, poderíamos ter alguma informação positiva, mas tudo vai depender das circunstâncias do terreno”, apontou o presidente do governo regional.</p><p>Julen Rossel, de dois anos, caiu no poço no domingo (13) quando brincava perto de onde seus pais estavam almoçando, na serra de Totalán, perto de Málaga, Andaluzia (sul) e desde então não foram detectados sinais de vida.</p><p>A equipe de resgate tenta chegar a 80 metros de profundidade, onde se calcula que o menino está, e abrir uma galeria horizontal para conectar o túnel com o poço.</p><p> * AFP </p><!– contentFrom:cms –>
Fonte: Diário Catarinense