Carne Fraca ajuda a derrubar exportações de frango e suíno
topo Leitores On Line

Carne Fraca ajuda a derrubar exportações de frango e suíno

Carne Fraca ajuda a derrubar exportações de frango e suíno
<p>Embora a desastrada <b> Operação Carne Fraca</b> , da <b>Polícia Federal</b> , tenha ocorrido em meados de março, o impacto negativo nas exportações de carnes do país ocorreu no mês seguinte, abril. Dados apurados pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) confirmam que o volume de exportações totais de carne de <b>frango</b> do país em abril teve <b>queda de 23%</b> frente ao mesmo mês do ano passado e o faturamento, que ficou em US$ 551 milhões, <b>caiu 11%. </b>No caso de <b>carne suína</b> , as vendas de abril no exterior, em volume,<b> caíram 16% </b>na comparação com o mesmo período de 2016, mas em receita alcançou US$ 120,9 milhões, com crescimento de 21%. </p><p>O presidente da ABPA, Francisco Turra, explica que a operação da PF ajudou a derrubar as vendas, mas não foi a única razão. Segundo ele, é preciso considerar que em abril de 2016  o país registrou o segundo melhor desempenho mensal da história das exportações de frango e a série de feriados no mês, este ano, também atrapalhou. Para Turra, no caso da carne suína, a operação carne fraca e os feriados também prejudicaram. <br></p><p>No primeiro quadrimestre do ano, as <b> exportações de frango </b> do Brasil atingiram 1,403 milhão de toneladas, uma queda de 4% frente ao mesmo período do ano anterior. As vendas de carne suína fecharam em 198 mil toneladas, alta de 3% frente aos mesmos meses de 2016. Os dados de exportação por Estado sairão em alguns dias.  <br></p><p>Tudo indica que mais efeitos negativos da Operação Carne Franca ainda podem ser sentidos em maio. O fato é que foi lamentável a divulgação nacional e internacional generalizando um problema pontual que ainda não tinha provas concretas. Soube-se depois, por informações de bastidores, que o objetivo era político, o de derrubar o novo ministro da Justiça, o parlamentar paranaense Osmar Serraglio. </p><p>Problema político deve ser resolvido na esfera política e não comprometer justamente um dos setores que mais colaboram para o crescimento da economia e geração de impostos durante essa que é a pior recessão da história do país. <br></p><strong>Acompanhe as publicações de </strong><strong> Estela Benetti </strong> <b><br></b> <b> Design de SC e de fora </b> <br> <p><b> Setor madeireiro cresce e obtém paridade de ICMS </b><br></p><p><b> “Quem diz que não há déficit na Previdência está enganando” </b><br></p><p> <b>À espera da Justiça</b> <br></p> <!– contentFrom:cms –>
Fonte: Diário Catarinense

Loading...

Cadastre seu e-mail e receba nossos boletins diários:

ASSINATURA JORNAL FLORIPA
Leitores On Line