topo JF - Agência e Clipping de Notícias

 

 

 

05/06/2017 às 09:39
Esponjas de cozinha usadas viram recursos para o Pequeno Anjo


Material usado é encaminhado para reciclagem e valores arrecadados são repassados para Unidade de Saúde Infantil de Itajaí



Itajaí/SC - Esponjas de uso doméstico, aquelas utilizadas para lavar louças, podem ganhar destino nobre se, depois de usadas, forem descartadas de maneira adequada. Uma campanha capitaneada pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali), com o apoio do Núcleo da Mulher Empresária (NuME), da Associação Empresarial de Itajaí (ACII), e Fundação Municipal de Meio Ambiente de Itajaí (Famai), está coletando o material e o encaminhado para a reciclagem. Para cada esponja arrecadada, R$0,02 são doados para o Hospital Infantil Pequeno Anjo, de Itajaí.



"A esponja usada para manter a limpeza é um dos itens mais sujos da cozinha. Além disso, justamente por ser um 'porta-bactérias', ela tem uma vida útil reduzida. Na própria Universidade, há o descarte médio de 900 esponjas usadas por mês", aponta Francine Wendt, engenheira ambiental e coordenadora do projeto na Univali. Por esse motivo, ela explica, ainda, que, para evitar a proliferação de insetos e mau cheiro, é importante que a esponja esteja limpa e seca antes de ser depositada nos coletores.



A campanha foi desenvolvida para integrar o Programa Nacional de Reciclagem de Esponjas Scotch-Brite, que proporciona um destino adequado às esponjas descartadas. Todos os tipos de esponjas de uso doméstico são aceitos, independentemente da marca, cor ou tamanho e há pontos de coletas nas diversas Unidades da Fundação Univali. Após o envio para reciclagem, elas são reintroduzidas na cadeia produtiva como matéria prima e podem virar baldes, lixeiras, pás de lixo e outros materiais.



Outras informações: (47) 3341-7869, com Francine Wendt, engenheira ambiental na Univali.

Loading...


 

Loading...
 

 

Cadastre seu e-mail e receba nossos boletins diários:

 

 

 

 

Leitores On Line