Carnaval é sinônimo de festa, agito e diversão, e muitos foliões se programam com bastante antecedência para a data. Rio de Janeiro, Bahia e Pernambuco são destinos muito procurados nessa época. Mas, para algumas pessoas, Carnaval também pode ser sinônimo de descanso e sossego. É possível curtir o feriado sem o agito de trios elétricos e blocos de rua. Como? Confira alguns destinos que podem ser explorados:

Porto Alegre – Rio Grande do Sul

A capital gaúcha costuma ficar mais tranquila durante o feriado de Carnaval. Nesse período, é possível visitar lugares históricos e culturais da cidade, como o Memorial do Rio Grande do Sul, parcão Moinho de Ventos e o parque da Redenção. E para quem quer se aventurar, é possível fazer uma viagem de carro até Gramado, localizada a 100km da capital. Com um estilo europeu que encanta milhares de turistas, a cidade possui diversas vinícolas, fábricas de chocolate e cafés coloniais.

Curitiba – Paraná

Os diversos parques, museus, bosques e praças da capital paranaense costumam chamar atenção de quem procura tranquilidade durante o Carnaval. “Antigamente, a cidade ficava mais vazia durante essa época. Hoje, notamos uma movimentação maior por parte dos turistas, mas não em busca de agito, mas sim de lazer e sossego”, comenta o gerente geral do hotel Deville Business Curitiba, Miguel Pinto. A culinária italiana também é uma das atrações. O bairro de Santa Felicidade reúne restaurantes e vinícolas tradicionais da cidade, queridos por visitantes e moradores.

Ilha do Cardoso – São Paulo

Praias desertas, cachoeiras, trilhas e mata atlântica dentro do Estado de São Paulo? Sim! A Ilha do Cardoso é considerada um refúgio puro e selvagem, onde quase não existem áreas urbanas. Para chegar à ilha, é preciso viajar até Cananeia, cerca de 260 quilômetros da capital paulista, e pegar um barco. Apesar do acesso não ser um dos mais fáceis, o cenário compensa: piscinas naturais das praias da Laje, Ipanema, Fole Grande e Fole Pequeno podem ser aproveitadas durante todo o dia.

Campo Grande – Mato Grosso do Sul

Apesar de ser um destino inusitado, Campo Grande é uma cidade com muitas belezas naturais. No Parque Nações Indígenas, é possível fazer uma trilha ecológica e conhecer alguns animais silvestres. A culinária fica por conta dos mais variados peixes de água doce: tilápia, pacu, pintado e piranha são algumas opções oferecidas pelos restaurantes. Outra opção é visitar Bonito, conhecida como a capital brasileira do ecoturismo e que fica cerca de 300km de Campo Grande. A região conta com muitas cachoeiras, cavernas, rios e trilhas que podem ser exploradas pelos turistas.

Cuiabá – Mato Grosso

Para quem ama a combinação “fotografia e natureza”, Cuiabá é o destino ideal. A cidade é a porta de entrada para o Pantanal do Norte, bioma único que reúne características da floresta amazônica, do cerrado, da caatinga e da mata atlântica. Lá, é possível encontrar mais de 600 espécies de aves, 80 de mamíferos, 50 de répteis e 405 tipos de peixes, e o melhor jeito de explorar a região é a cavalo. Para quem deseja ficar apenas na capital, o parque Mãe Bonifácia é uma opção de lazer com vegetação típica do cerrado, espalhada em mais de 77 hectares. Vale lembrar que Cuiabá possui uma hora a menos de Brasília e a temperatura média anual é de 26º.


Fonte: Floripa News