Corpo de rapaz morto no Maracanã será enterrado nesta segunda-feira
topo Leitores On Line

Corpo de rapaz morto no Maracanã será enterrado nesta segunda-feira

O Dia

– Marcos Barbosa, de 25 anos, estava de moto e foi abordado enquanto passava pela Rua São Francisco Xavier na noite de sexta-feira –

Rio – Vai ser enterrado às 14h desta segunda-feira, no Cemitério do Caju, na Zona Portuária do Rio, o corpo de Marcos Vinicius Barbosa, 25 anos, morto em uma tentativa de assalto no Maracanã, na última sexta-feira. O rapaz estava em uma moto quando foi abordado por criminosos na rua São Francisco Xavier, próximo à Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Barbosa, chegou a ser levado para o Hospital municipal Souza Aguiar, no Centro, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na manhã de sábado. 

Segundo a Polícia Militar, o crime teria acontecido por volta das 19h, quando o homem foi abordado por criminosos em um sinal perto da universidade. Na ocasião, a vítima foi baleada por um tiro na cabeça. No momento do crime, Marcos estava indo para a casa da namorada. 

De acordo com a PM, até a manhã desta segunda-feira nenhum suspeito do crime havia sido preso. Ainda de acordo com a corporação, militares fazem patrulhamento de rotina durante o dia e a noite no entorno da Uerj e do Maracanã, e que a segurança naquela região, também é feita por militares a pé, de carro e de moto. 

A Polícia Civil informou, que na ocasião do crime a ocorrência foi registrada na 18ª DP (Praça da Bandeira) e que o delegado titular já havia determinado a abertura do inquérito para apurar a morte de Vinicius. Ainda de acordo com a Civil, diligências e testemunhas — entre elas familiares e amigos — deverão ser ouvidos ainda nesta semana. Por fim, a instituição afirma que câmeras de seguranças do local deverão ser recolhidas na tentativa da identificação dos suspeitos do crime. 

A região no entorno da Uerj tem sido alvo frequente da ação de criminosos nos últimos meses. Um levantamento feito com base no Instituto de Segurança Pública (ISP) registrou um furto a cada dois dias nas imediações.

Há mais de quatro meses, cerca de dez criminosos fizeram um arrastão em um ponto de ônibus em frente à universidade, mesmo local onde o jovem foi baleado.

Fonte: O Dia

Loading...
Loading...

Cadastre seu e-mail e receba nossos boletins diários:

ASSINATURA JORNAL FLORIPA
Leitores On Line