<p>O presidente Jair Bolsonaro e sua comitiva decolaram pouco depois das 22 horas deste domingo, 20, para Zurique, na Suíça – com escala em Las Palmas, nas Ilhas Canárias. O destino final é a pequena cidade de Davos, nos Alpes suíços, onde ocorre, a partir da terça-feira, 22, o Fórum Econômico Mundial.</p><p>Na Base Aérea de Brasília, Bolsonaro cumpriu a formalidade de transmitir o cargo de presidente para o vice Hamilton Mourão. Eles se abraçaram e tiraram uma foto em frente à bandeira nacional.</p><p>Já na pista de decolagem, o presidente tirou uma foto com o filho, o deputado reeleito Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que o acompanha na viagem. A delegação presidencial conta também com os ministros da Economia, Paulo Guedes, das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, e do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno.</p><p>Nas redes sociais, Bolsonaro escreveu que, “em alguns instantes”, embarcaria para sua “primeira missão fora do país”. E concluiu: “Um grande momento para o Brasil que almejamos: grande, respeitado e próspero. Que Deus nos abençoe nessa viagem!”.</p><p>Eduardo Bolsonaro, por sua vez, escreveu nas redes sociais que o pai vai apresentar “seus planos para resgatar o Brasil”, enquanto ele pretende falar “sobre o problema migratório de venezuelanos na fronteira com Roraima”.</p><p>O desembarque em Zurique está previsto para as 11h30 desta segunda-feira, 21, pelo horário de Brasília. O retorno está marcado para a manhã da sexta-feira, 25.</p><!– contentFrom:cms –>
Fonte: Diário Catarinense