Filme sobre Dick Cheney, 'Vice', lidera indicações ao Globo de Ouro

<p>O filme que conta a história do vice-presidente americano Dick Cheney, “Vice”, que será interpretado por Christian Bale, foi o mais indicado nesta quinta-feira (6) ao Globo de Ouro, incluindo na categoria de melhor filme de comédia, no início da corrida ao Oscar.</p><p>O anúncio, feito uma semana antes das indicações do influente Screen Actors Guild, é o primeiro grande indicador do Oscar, que acontece em fevereiro.</p><p>Com seis indicações, “Vice” contrariou algumas previsões, levando uma indicação a mais do que o popular musical “Nasce uma estrela”.</p><p>Junto com “Nasce uma estrela” – sucesso de crítica e bilheteria, estrelado por Lady Gaga e Bradley Cooper -, com cinco indicações, está o conto real “A favorita” e o inusitado drama de direitos civis “Green Book: O guia”.</p><p>Logo atrás está “Infiltrado na Klan”, de Spike Lee, a história real de um policial negro que se infiltrou na Ku Klux Klan com a ajuda de um parceiro branco, e a aguardada sequência da Disney “O retorno de Mary Poppins”.</p><p>Além da indicação a melhor filme de comédia, “Vice” – um forte olhar para o poderoso vice-presidente de George W. Bush – conseguiu o trio de indicações de atuação para um irreconhecível Bale, para a co-estrela Amy Adams como sua esposa, Lynne, e Sam Rockwell, como Bush.</p><p>O cineasta Adam McKay conseguiu duas indicações por melhor diretor e melhor roteiro.</p><p>Também levaram duas indicações: Cooper – por atuar e dirigir “Nasce uma estrela” – e Lady Gaga, por atuação e melhor canção original (“Shallow”). Mas o coadjuvante Sam Elliott, que interpreta o irmão de Cooper, foi deixado de lado.</p><p>Competindo com “Nasce uma estrela” na categoria de melhor filme de drama estão “Infiltrado na Klan”, o “blockbuster” da Marvel “Pantera Negra”, “Bohemian Rhapsody” sobre o vocalista do Queen, Freddie Mercury, e “Se a rua Beale falasse”.</p><p>”Se a rua Beale falasse” – o último filme de Barry Jenkins, que dirigiu o vencedor do Oscar de melhor filme “Moonlight: Sob a luz do luar” – conta a história de um jovem casal negro apaixonado que vive no Harlem nos anos 1970, e os obstáculos em seu caminho, em uma adaptação de um romance de James Baldwin.</p><p>Disputando a categoria de melhor filme de comédia ou musical estão “Vice”, “A favorita”, “O retorno de Mary Poppins”, “Green Book: O guia” e o sucesso “Podres de ricos”.</p><p>- Diversidade de opções -</p><p>No ano passado, Hollywood estava virando a página sobre o escândalo de Harvey Weinstein que engoliu o mundo do showbiz.</p><p>Este ano, o foco está diretamente nos filmes.</p><p>O Globo de Ouro apresenta separadamente os prêmios para dramas e musicais/comédias – o que significa mais indicações e uma chance para os votantes do Oscar de considerar uma gama mais ampla de performances antes de darem seus votos.</p><p>”Nasce uma estrela” e “Bohemian Rhapsody” disputam nas categorias de drama, procurando estabelecer firmemente a sua posição antes do Oscar, enquanto “Vice” aparece – estranhamente – na competição da categoria de comédia.</p><p>Os membros da Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood, que escolhem os vencedores, também tendem a honrar o inesperado.</p><p>Willem Dafoe foi indicado ao prêmio de melhor ator em filme de drama por sua interpretação de Vincent van Gogh em “No portal da eternidade”.</p><p>”Roma”, o mais recente de Alfonso Cuarón, que deve ser uma das principais produções no Oscar, recebeu três indicações – melhor filme estrangeiro, melhor diretor e melhor roteiro.</p><p>O trio de atrizes de “A favorita” – um conto sobre a decepção e luxúria na realeza – tam recebeu indicações: Olivia Colman como rainha Ana, e Rachel Weisz e Emma Stone como as mulheres que disputam a sua atenção.</p><p>”Green Book: o guia”, uma comédia inusitada sobre um pianista negro nos Estados Unidos dos anos 1960 que contrata um segurança ítalo-americano como motorista para uma turnê pelo sul, dividido por questões raciais, foi indicado por suas estrelas Mahershala Ali e Viggo Mortensen.</p><p>- Novos rostos na disputa televisiva -</p><p>O Globo de Ouro também premia os melhores da televisão – apesar de parecer um pouco redundante depois do Emmy, em setembro, com a repetição de muitos dos seus indicados.</p><p>O vencedor do Emmy “The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story” liderou as indicações com quatro.</p><p>Mas o Globo de Ouro também olha para os programas que foram ao ar tarde demais para a disputa do Emmy.</p><p>A minissérie da HBO “Sharp Objects”, o drama da Amazon “Homecoming”, estrelado por Julia Roberts, e a comédia “The Kominsky Method”, da Netflix, foram indicados.</p><p>As indicações desta quinta-feira foram apresentadas antes do amanhecer na Califórnia pelos atores Leslie Mann (“Bem-vindo ao Marwen”), Terry Crews (“Brooklyn Nine-Nine”), Danai Gurira (“Pantera Negra”) e Christian Slater (“Mr Robot”).</p><p>A 76ª edição do Globo de Ouro acontece no dia 6 de janeiro em Beverly Hills. As indicações ao Oscar serão feitas após o Globo de Ouro, em 22 de janeiro.</p><p>A cerimônia será apresentada pela atriz Sandra Oh, indicada pelo aclamado drama de TV “Killing Eve”, e pelo ator de comédia Andy Samberg.</p><p> * AFP </p><!– contentFrom:cms –>
Fonte: Diário Catarinense