Brasil ocupa 71ª posição em ranking global de competitividade com 141 países

Passou de 72 para 71 a posição do Brasil no ranking global de competitividade, que abrange 141 países. A informação consta no relatório do Fórum Econômico Mundial, que colocou em primeiro lugar Singapura, no Sudeste da Ásia e, em segundo, os Estados Unidos.

 

A lista segue com Hong Kong, país também asiático, em terceiro lugar, seguido por Holanda, Suíça, Japão, Alemanha, Suécia e Reino Unido.

 

O Ranking foi divulgado nesta quarta-feira, em Brasília, durante o 1º Seminário de Competitividade do Setor de Infraestrutura. O relatório mostra que o Brasil subiu uma posição porque está em lento processo de recuperação da competitividade. O documento relata que os indicadores vinham trazendo queda livre e, agora, se recupera.

 

O Secretário executivo do Ministério de Infraestrutura, Marcelo Sampaio, explicou que o investimento no setor tende a melhorar a situação do Brasil diante dos demais países do ranking.

 

A meta da Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia é que o Brasil suba 21 posições e ocupe o posto 50 até 2022.

 

Na América Latina, o Chile é quem lidera a lista regional, ocupando a posição 33 do ranking. Depois vem o México, na 46, e Uruguai, em 54. Mesmo em posições melhores que o Brasil, tiveram queda na lista. Apenas Colômbia e Brasil subiram de posição.

 

O índice do Fórum Econômico Mundial é composto por mais de 110 variáveis, incluindo pesquisa de opinião executiva e indicadores de cada setor analisado.

Fonte: Rádio Nacional