Honrado por vestir camisa 7, Montillo é apresentado no Botafogo com festa

Honrado por vestir camisa 7, Montillo é apresentado no Botafogo com festa

O Dia

– Meia foi apresentado nesta quarta-feira e mostrou que está focado na partida contra o Colo Colo, pela fase preliminar da Copa Libertadores –

Rio – O Botafogo apresentou nesta quarta-feira seu maior reforço para a temporada 2017. Depois de muito tempo sondando e tentando a contratação de Walter Montillo, o Alvinegro fechou a contratação do meia de 32 anos e o apresentou à torcida na sede de General Severiano.

Recebendo a camisa 7 das mãos de Maurício, o argentino disse se sentir honrado com a oportunidade de utilizar esse número, eternizado pelo ídolo Garrincha. Apesar do status de craque, Montillo rejeitou a ideia de que chega para salvar o time.

“É uma honra vestir essa camisa, não só pelo número, mas pela história do clube. Muito obrigado aos torcedores pelo carinho.  Vou deixar tudo aqui para fazer o melhor, mas não individualmente. O grupo está formado, fez um 2016 muito lindo, sou mais um. Não quero ser o cara que vai salvar o time. Vou dar o meu melhor e acho que vai ser um ano muito bom para todos. Estou muito feliz de estar aqui”, afirmou o meia.

Retornando do futebol chinês, Montillo garantiu que vai se empenhar nos treinamentos para recuperar o condicionamento físico e afirmou que, caso seja possível, deseja estar em campo desde o primeiro jogo do Botafogo.

“Mais importante para mim é pegar ritmo. O calendário chinês acaba em novembro e não tem mais jogo. Continuei treinando porque sabia que esse ano seria muito importante para mim. Tenho que pegar agora ritmo de jogo. Esquecer de jogar bola ninguém esquece. Trabalhei muito a parte física para chegar da melhor maneira. Estou muito empolgado, acho que as coisas vão bem. Dentro do jogo vou querer estar sempre da melhor maneira, tomara que seja já no primeiro jogo.”

Por fim, o meio-campista falou sobre a partida contra o Colo Colo-CHI, pela fase preliminar da Libertadores, afirmando que não haverá jogo fácil, mas tentou tranquilizar os torcedores.

“Trabalhando e pensando que são dois jogos (contra o Colo-Colo do Chile), não tem mais. Pensar como final. Está todo mundo empolgado, vi no vestiário. Conheço um pouco Colo-Colo porque joguei muito tempo lá. Treinador gosta de sair para jogar, coloca a equipe objetiva, atacando com cinco, seis jogadores. Temos que pensar no Botafogo, se fizermos as coisas bem vai ser difícil perder.”

O Botafogo estreia no campeonato carioca no próximo dia 25, contra o Madureira. A partida de ida pela Libertadores será no dia 1º. Jogando em casa, o Alvinegro tenta chegar à fase de grupos da competição continental.

Fonte: O Dia

ASSINATURA JORNAL FLORIPA

Leitores On Line