O Dia

– Agora, no segundo turno, o tempo de 20 minutos é dividido igualmente pelos dois candidatos no início da tarde e à noite –

Rio – O coordenador de Fiscalização da Propaganda do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), juiz Marcello Rubioli, se reúne amanhã com os comandos das campanhas de Marcelo Crivella (PRB) e Marcelo Freixo (Psol) para definir o início dos programas do horário eleitoral em rádio e televisão.

Agora, no segundo turno, o tempo de 20 minutos é dividido igualmente pelos dois candidatos no início da tarde e à noite. A propaganda ficará no ar até o dia 28 de outubro. O segundo turno das eleições acontece dois dias depois.

Enquanto na capital o segundo turno está definido entre Crivella e Freixo, outros 11 municípios do Estado do Rio ainda vivem incertezas quanto ao futuro eleitoral, à espera do veredicto da Justiça Eleitoral.

É o caso, por exemplo, de Nova Iguaçu e Belford Roxo, na Baixada Fluminense, cidades onde ainda pode haver segundo turno. Em Nova Iguaçu, Nelson Bornier (PMDB) foi reeleito em primeiro turno, depois da impugnação da candidatura de Rogério Lisboa (PR).

Até a próxima quinta-feira a validade de sua candidatura deverá ser analisada pelo TRE. O mesmo ocorre com a eleição de Waguinho (PMDB), em Belford Roxo. Dr. Deodato (DEM) teve a candidatura indeferida e agora espera uma revisão da Justiça Eleitoral.

Em Arraial do Cabo, Cabo Frio, Casimiro de Abreu, Conceição de Macabu, Iguaba Grande, Itaguaí, Rio Bonito, Rio das Ostras e Teresópolis, os vencedores dos pleitos serão automaticamente alterados se os impugnados forem liberados pelo tribunal.

Fonte: O Dia