Inaugurada subestação que deve beneficiar oito municípios do oeste

Com incremento de 50% na quantidade de energia disponível para mais de 21 mil unidades consumidoras, a Subestação Maravilha foi inaugurada pelo governador Eduardo Pinho Moreira na tarde da última quinta-feira (8). A obra, que recebeu investimento de R$ 11 milhões, faz parte do plano de expansão do sistema da Celesc para melhor atender a região Oeste do estado. Também estiveram presentes o presidente da Celesc, Cleverson Siewert, secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional de Maravilha, Jonas Dall&39;Agnol, outras autoridades e comunidade.

“A energia é fundamental para o desenvolvimento de uma região. E o Extremo-Oeste tem frigoríficos e indústrias que precisam de energia de qualidade e em quantidade suficiente. Com a subestação, também é possível incentivar ainda mais a abertura de indústrias nessa região”, afirmou o governador.

Estrategicamente posicionada, a obra beneficia os municípios de Maravilha, Iraceminha, Flor do Sertão, São Miguel da Boa Vista, Santa Terezinha do Progresso e a área rural de Tigrinhos. “A subestação Maravilha vem aumentar a confiabilidade e a robustez do sistema de toda a região, garantindo energia de alta qualidade a um mercado formado especialmente por agroindústrias e com forte presença de laticínios de grande porte”, salientou o presidente da Celesc. 

A subestação foi projetada para assegurar a qualidade energética pelos próximos sete anos, considerando-se as atuais taxas de crescimento do mercado existente, sem que haja necessidade de ampliação da estrutura. Com mais energia disponível, especialmente o setor industrial e o agronegócio poderão crescer ainda mais, oferecendo novas oportunidades de negócios, mais empregos, geração de renda e qualidade de vida de toda a população, segundo Siewert.

A subestação mudou a vida do casal Luiz Ivo e Elma Forgiarini, ambos com 71 anos, de duas formas: foram eles que venderam o terreno onde hoje está a subestação e também foram diretamente beneficiados com melhoria do abastecimento de energia elétrica. A prefeita de Maravilha, Rosimar Maldaner, agradeceu ao casal durante a cerimônia, especialmente por terem aceito venderem o terreno à prefeitura, que veio a ceder o espaço para a instalação da estrutura. 

O casal conta que a venda ocorreu por um ótimo motivo, pois já enfrentou diversos problemas como a falta ou oscilação de luz nos mais de 60 anos que moram em Maravilha. “Na casa dos meus filhos, quando um ia tomar banho, o outro tinha que ficar esperando. Era impossível ligar dois chuveiros de uma única vez, pois a luz caía”, conta Luiz Ivo. Elma diz que muitos eletrodomésticos queimaram por conta da energia precária. “Em alguns momentos, a luz ficava bem fraquinha. Eu já perdi máquina de lavar roupa e outros eletrodomésticos por conta disso”, explica.

Especificações sobre a obra da SE Maravilha:

– Tecnologia de ponta que permitirá que a subestação opere de forma remota e tele assistida, integrada ao Sistema Digital de Supervisão e Controle da Celesc;
– Tensão de operação de 138 mil Volts, com subestação atendida através de duas Linhas de Transmissão provenientes do seccionamento da LT Pinhalzinho – São Miguel D’Oeste II;
– Dimensionada para melhorar a qualidade e confiabilidade do atendimento à região e para comportar o crescimento do setor industrial e do agronegócio nos próximos sete anos, sem necessidade de ampliação;
– Atende a mais de 21 mil unidades consumidoras localizadas em Maravilha, Iraceminha, Flor do Sertão, São Miguel da Boa Vista, Santa Terezinha do Progresso e a área rural de Tigrinhos;
– Esta obra também desafoga a carga da Subestação da Celesc em Pinhalzinho, beneficiando indiretamente, toda a região atendida por aquela subestação.

 


Fonte: Floripa News