<p>O Irã denunciou oficialmente os Estados Unidos ante o Conselho de Segurança da ONU pelo caso do drone, que Teerã afirma ter entrado em seu espaço aéreo antes que suas forças o derrubassem, informou a agência de notícias Tasnim nesta sexta-feira, citando Gholamhossein Dehghani, vice-ministro das Relações Exteriores.</p><p>”A queixa estipula que o Irã se reserva o direito de defender seu espaço aéreo e se opor a qualquer violação”, afirma o texto.</p><p>Em 20 de junho, o Irã disparou no Golfo de Omã contra o drone americano, que Teerã disse ter “violado o espaço aéreo iraniano”.</p><p>Os Estados Unidos argumentaram, por sua vez, que o artefato estava em espaço aéreo internacional.</p><p>A crise que que sempre marcou as relações entre Washington e Teerã por 40 anos se aprofundou em um contexto de escalada na região do Golfo e preocupações com a sobrevivência do acordo nuclear iraniano, ameaçado desde que os Estados Unidos se retiraram e restabeleceram pesadas sanções contra o Irã.</p><p> * AFP </p><!– contentFrom:cms –>
Fonte: Diário Catarinense