Jaguar F-Pace: obra de arte sobre rodas
topo Leitores On Line

Jaguar F-Pace: obra de arte sobre rodas

O mercado de veículos utilitários esportivos (SUVs) no segmento premium é um dos mais difíceis. Público com alto poder aquisitivo e de exigência, o consumidor quer um carro que supere suas expectativas em desempenho, design, tecnologia e que faça a diferença.

>Testamos o F-Pace no topo do mundo, MG

Depois que a Porsche decidiu lançar o seu exemplar do segmento, o Cayenne e o menor Macan, outras marcas incluíram SUVs em seu portfólio.

É o caso da Jaguar, que lançou em grande estilo o F-Pace, no Salão de Frankfurt, na Alemanha, em setembro de 2015. No Brasil, o carro chegou neste mês e chamou a atenção do público por onde esteve exposto.

O modelo é montado em Solihull, no Reino Unido, e vem em três versões, com preços entre R$ 307,9 mil e R$ 406,3 mil, mais a série limitada First Edition, com 19 unidades somente e tabela de R$ 416,4 mil.

O F-Pace estará nas 35 concessionárias Jaguar Land Rover e amplia o potencial de crescimento da marca de esportivos ingleses no Brasil.

Ele é maior do que o Porsche Macan e mede 4,73 m e tem 2,87 m de distância entre eixos, que resultam em bom espaço para movimentação das pernas de quem vai no banco de trás. O porta-malas é bem grande, comporta 508 litros.

Dependendo da versão, o modelo oferece tecnologias e um novo sistema de entretenimento e painel com tela de alta definição de 12,3 polegadas.

Por causa do emprego de alumínio na carroceria, o F-Pace tem baixo peso (entre 1.775 e 1.861 quilos), que resulta em bons números de desempenho.

Segundo a fabricante, a versão Prestige 2.0 a diesel acelera de zero a 100 km/h em 8,7 segundos. A R-Sport, de 340 cv, vai de zero a 100 km/h em 5,8 segundos. Já a opção S e a First Edition, de 380 cv, atingem os 100 km/h em 5,5 segundos. As três últimas têm velocidade máxima limitada em 250 km/h.

a

Design traseiro também chama a atenção do público, mas é na performance que o carro desafia o condutor a acelerar e curtir a viagem

O lançamento para o Brasil aconteceu nas montanhas de Minas Gerais. De Belo Horizonte a Brumadinho, interior recheado com belas paisagens naturais, rochas e terrenos sem aderência para verificar o sistema de tração do veículo.

Tudo começou na capital mineira, em torno da famosa Lagoa da Pampulha numa área urbana. Assumimos o volante da opção de entrada, Prestige, a qual já vem bem equipada de série. Entre os equipamentos, estão a multimídia com GPS e tela sensível ao toque de oito polegadas, os bancos e o volante com ajuste elétrico, a tração integral com sistema All Surface Progress Control, o sensor de estacionamento com câmera de ré, o teto panorâmico, os faróis de xênonio com LED e as rodas 18" de liga leve. Ela é vendida por R$ 306.700, equipada com o motor 2.0 turbodiesel de 180 cv e 43,8 kgfm de torque.

A performance do veículo é impecável. A suspensão absorve bem os impactos e imperfeições do solo. As ladeiras e curvas de Belo Horizonte não foram páreo para o SUV.

Seu desempenho é semelhante ao do irmão da Land Rover, a Evoque. Silencioso, com bom torque e ainda por cima econômico, é uma opção a ser considerada para compra.

Já a configuração R-Sport, por R$ 360.900, adiciona a nova central multimídia InContrl Touch Pro com tela de 10,2 polegadas, rodas 20", painel de instrumentos com tela TFT de 12,3 polegadas, teto solar, abertura do porta-malas por gestos e sistema de som Meiridian de 380W. Sai o motor diesel para entrar o 3.0 V6 sobrealimentado de 340 cv e 45,8 kgfm de torque.

O top da linha é ocupado pelo Jaguar F-Pace S. Custando R$ 405.300, o SUV ganha Heads-Up Display, sistema Adaptive Dynamics, que ajusta a suspensão o tempo todo de acordo com as condições da via, som Meridian de 825W e pinças de freio esportivas. O motor 3.0 V6 supercharged ganha mais potência, passando de 340 cv para 380 cv, embora o torque continue a ser de 45,8 kgfm. Todos são equipados com suspensão dianteira Double Wishbone e traseira Integral Link.

Nessa primeira parte do test-drive fomos até o "topo do mundo", ponto turístico onde acontecem voos de asa delta.

O final do teste no primeiro dia foi com o Jaguar F-Pace R-Sport, com o motor 3.0 V6 supercharged a gasolina. Foi a hora de encarar a Serra do Rola Moça, estrada na região de Brumadinho (MG), conhecida pelas curvas fechadas e perigosas.

Não tem segredo nessa conta. Enquanto o motor a diesel foca na economia e torque, o modelo a gasolina tem na performance seu diferencial. Se abastecer não for problema para seu bolso, a versão com motor a gasolina é o seu alvo.

Os rivais também são disputados e tem atributos para brigar com ele. O irmão Evoque, a BMW X4 e o já citado Porsche Macan. Mas, sem dúvida, que o F-Pace tem seu charme.

Ficha técnica

Motor: 2.0 l (diesel)

3.0 l, V6 (gasolina)

Potência: 180 cv/340 cv/380 cv

Torque: 430 NM/450 NM

Câmbio: automático, 8 velocidades

TRAÇÃO: Integral

RODAS: Aro 18

Porta-malas: 580 litros

0-100 KM/H (VERSÃO S): 5,5 seg.

PREÇOS: Prestige (R$ 309.700) R-Sport (R$ 360.900)

S (R$ 406.300)/

First Edition (R$ 416.400)

*O editor viajou a Belo Horizonte (MG) a convite da Jaguar

Fonte: diariodonordeste

Loading...
Loading...

Cadastre seu e-mail e receba nossos boletins diários:

ASSINATURA JORNAL FLORIPA
Leitores On Line