Licitação define entidade que implantará Centro de Referência e Acolhimento dos Imigrantes

A Ação Social Arquidiocesana (ASA) venceu nesta terça-feira, 30, a licitação para implantar o Centro de Referência e Acolhimento dos Imigrantes e Refugiados (Crai) da Grande Florianópolis, que ficará localizado no Terminal Rodoviário Rita Maria, no Centro de Florianópolis. A instituição foi a única a apresentar proposta para o edital de concorrência pública nº 0028/2016 e cumpriu todos os requisitos de habilitação e técnicas exigidos pelo edital. O Crai é resultado de um convênio entre a União, o Estado, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST), e o município de Florianópolis.

O prazo estimado para execução é de 24 meses a partir da data de assinatura do contrato. A previsão é que a assinatura do contrato ocorra na próxima quinta-feira, 8 de setembro. A partir daí, a instituição tem sete dias para iniciar os trabalhos. “O objetivo do centro é assessorar municípios e empresas do estado, intermediar vagas de trabalho e prestar atendimento especializado a imigrantes refugiados”, explica o secretário de Estado, Trabalho e Habitação, Geraldo Althoff.

O Centro de Referência e Acolhimento dos Imigrantes e Refugiados é um serviço ofertado para população migrante e refugiada. Dentre os objetivos, estão o fortalecimento da rede socioassistencial para Grande Florianópolis no atendimento aos migrantes refugiados; o desenvolvimento e expansão de ações de qualificação para a população migratória; intermediação de vagas de trabalho junto ao Sistema Nacional de Emprego (Sine); entre outros.

O serviço atuará na inclusão social e na assistência psicológica aos migrantes e refugiados. A equipe técnica fará orientação individual e coletiva e encaminhará para os serviços sociosassistenciais, de saúde, educação e qualificação profissional para incentivar a autonomia, a inserção social e a proteção ao preconceito e violência.

Fonte: floripanews